Manifestantes favoráveis à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) começaram na tarde desta sexta-feira, 6, a soltar gritos de guerra e a cantar em frente à sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba. Os ativistas, com bandeiras e bonecos Pixulecos na mão, pedem "Lula na cadeia" e cantam o Hino Nacional.

No meio do grupo, há manifestantes com camisetas que estampam o rosto do pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL). Um helicóptero da Polícia Militar (PM) sobrevoa a área.

Integrantes do grupo denominado "República de Curitiba", que declara apoio à Operação Lava Jato e defende a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, trouxe um caminhão de som em frente à sede da Polícia Federal na capital paranaense.

"Só vamos sair daqui quando o ladrão chegar, por bem ou por mal", dizem os manifestantes no caminhão.

O grupo faz queima de fogos e toca o hino nacional.

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

Comments

comments