Conecte-se conosco

Notícias

Renato Freitas consegue liminar para suspender sessão de cassação

Publicado

em

Usando o email atribuído ao relator do pedido de cassação na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, Sidnei Toaldo (Patri), a 5ª Vara da Fazenda Pública do Paraná, através da juíza Patríca de Almeida Gomes Bargonse, concedeu tutela antecipada ao vereador Renato Freitas (PT), acusado de comandar a invasão da Igreja do Rosário no dia cinco de fevereiro, para suspender a sessão que poderia tirar o mandato dele e o tornar inelegível pelos próximos 10 anos, programada para esta quinta-feira, às 13h, no Palácio Rio Branco.

A Procuradoria da casa de leis está neste momento recorrendo da liminar, possivelmente anexando relatórios dos e-mails do vereador Sidnei Toaldo, que são monitorados pelo departamento de informática da Câmara de Curitiba.

Segundo especialistas de direito, essa liminar deverá apenas adiar o suplício de Renato Freitas. Informações do Blog do Tupan