A Família Nômade produziu em 2015 vários posts sobre lugares diferentes para você conhecer em Curitiba.  Já visitou todos? Abaixo a relação completa para você fazer um “check list”.

1. Museu Paranaense

O prédio que abriga o Museu é conhecido como Palácio São Francisco e foi sede do Tribunal Regional Eleitoral de 1961 a 1987. Hoje abriga exposições temporárias e uma linha do tempo permanente que conta a História do Paraná. O Museu Paranaense fica na rua Kellers, 289 e funciona de terça a sexta, das 9h00 às 18h00, sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 16h00. A entrada é de graça.

FOTOS 13 DE JAN 051

2. Schoenstatt

Mesmo que você não seja católico, ou mesmo cristão, vale a pena visitar. O nome certo é Santuário Tabor Magnificat, mas quem costuma frequentar chama mesmo de Santuário Schoenstatt. O Santuário Tabor Magnificat fica na rua Padre José Kentenich, 552, no Campo Comprido. Veja o mapa aqui. As datas e horários das missas estão no blog do Santuário.

sc

3. Memorial Ucraniano

O Memorial Ucraniano foi inaugurado em 1995 e homenageia os imigrantes que chegaram ao Paraná em 1891. O principal atrativo é a réplica da antiga capela de São Miguel, construída na cidade de Mallet, interior do Paraná. O Memorial Ucraniano fica no Parque Tingui, Rua Dr. Mba de Ferrante, s/nº (veja o mapa) e funciona de terça a domingo, das 10h00 às 18h00.

fotos novas 062

4. Capela Santa Maria

A Capela foi inaugurada em 1939 dentro da antiga sede do Colégio Santa Maria. Hoje, o espaço virou uma bela sala de concertos. Desde 2008, é também a casa oficial da Camerata Antiqua de Curitiba. Por isso, é comum presenciar algum ensaio durante a tarde. A Capela Santa Maria fica na rua Conselheiro Laurindo, 273, e funciona de segunda a sexta, das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 18h00, além dos horários de concertos. A entrada para visitação é de graça.

FOTOS 13 DE JAN 021

5. Café da Livraria Arte & Letra

A Livraria Arte & Letra fica escondidinha, atrás da Casa de Pedra, galeria de arte da Alameda Presidente Taunay. A livraria aposta nos livros diferentes, mais difíceis de encontrar, e dá destaque a autores locais. Lá você encontra, por exemplo, o guia de filmes do jornalista Marden Machado, autor do blog Cinemarden, ou os livros do Manoel Carlos Karam. Anote o endereço: Alameda Presidente Taunay, 130, Batel. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 10h00 às 20h00. Mais informações no site.

livraria

6. Museu do Holocausto

Curitiba é a única cidade do Brasil a ter um Museu do Holocausto. Com peças originais pertencentes às vítimas, fotos, imagens da época e vídeos com depoimentos de sobreviventes, é um espaço que não só resgata a História como convida à reflexão.

Para visitar o Museu do Holocausto é preciso agendar por e-mail. Você escolhe se quer fazer uma visita com ou sem guia. A entrada é de graça. Não é permitida a entrada de menores de 12 anos.

Museu do Holocausto fica no Bom Retiro: rua Cel. Agostinho Macedo, 248. O horário de funcionamento é um pouco fora do padrão: segundas, terças e quartas, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30. Quinta não abre. Sexta funciona das 8h30 às 11h30 apenas. Sábado também não abre. Domingo das 9h às 12h. Para mais informações e fazer seu agendamento, consulte o site do museu.

Para visitar o Museu do Holocausto é preciso agendar por e-mail. Você escolhe se quer fazer uma visita com ou sem guia. A entrada é de graça. Não é permitida a entrada de menores de 12 anos.

Museu do Holocausto fica no Bom Retiro: rua Cel. Agostinho Macedo, 248. O horário de funcionamento é um pouco fora do padrão: segundas, terças e quartas, das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30. Quinta não abre. Sexta funciona das 8h30 às 11h30 apenas. Sábado também não abre. Domingo das 9h às 12h. Para mais informações e fazer seu agendamento, consulte o site do museu.

 

 

7. Museu Egípcio

 

O Museu Egípcio de Curitiba fica no bairro Bacacheri e é mantido pela Ordem Rosacruz.  O acervo conta a história do Antigo Egito e tem o objetivo de mostrar como era a vida na terra dos faraós. As peças expostas não são originais. São réplicas idênticas das que estão em museus do mundo todo. O Museu Egípcio tem também uma múmia de verdade. Isso mesmo! A Tothmea tem 2.700 anos!! O Museu Egípcio da Ordem Rosacruz fica na rua Nicarágua, 2620, no Bacacheri. Ele está aberto ao público de segunda a sexta, das 10h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00.

IMG_3563

8. “Calçada da Fama Animal”

A “Calçada da Fama” dos animais fica em frente à casa principal do Museu de História Natural. Com patinhas de vários bichos da fauna paranaense, o espaço reproduz a ideia a lá Hollywood!!
 
Vale a pena também conhecer o Museu, que tem em exposição algumas ossadas e animais empalhados.
Museu de História Natural de Curitiba é mantido pela prefeitura. Fica na rua Prof. Benedito Conceição, 407, no Capão da Imbuia. A entrada é de graça. Mais informações aqui.

fama

 

 

9. Bosque de Portugal

O Bosque chama ‘de Portugal’, mas, na verdade, é uma homenagem à língua portuguesa e às nações onde ela é falada. Na praça, estão oito colunas com os nomes destes países. Dentro do Bosque, foi construída uma estradinha de pedras chamada Alameda dos Cantares. O Bosque de Portugal fica no Jardim Social, na rua Fagundes Varela, esquina com a Rua Ozório Duque Estrada. Mais informações no site da prefeitura.

IMG_3803

 

 

10. Museu de Arte Sacra

Escondidinho, o Museu de Arte Sacra fica ao lado da Igreja da Ordem, no Largo da Ordem. Uma porta pequena, um corredor comprido e, surpresa, uma grande sala com imagens de santos, objetos usados em missas, obras raras. No total, o acervo tem 800 peças. Algumas bem antigas, como a imagem do Bom Jesus dos Pinhas, do século XVII, ou a Nossa Senhora das Dores, do século XVIII. O Museu de Arte Sacra funciona de terça a sexta, das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 18h00. Sábados, domingos e feriados, das 9h00 às 14h00. Mais informações no site da Fundação Cultural.

ARTE SACRA1

11. Arena Digital

A Arena Digital fica dentro da Puc, em Curitiba. É uma mistura de cinema com planetário. Os filmes são projetados no domo, na cúpula da Arena, que tem 14 metros de diâmetro e 7 de comprimento. Eles chamam isso de  projeção em 360 graus imersivo. A proposta da Arena Digital é educativa, portanto os filmes e as sessões do planetário são uma aula super divertida. Confira a programação completa aqui.

 

 

 

12. Armazém Santa Ana

No bairro Uberaba, você vai encontrar um típico armazém de secos e molhados. O Armazém Santa Ana foi inaugurado em 1934. É o mais antigo de Curitiba ainda em funcionamento.

Os donos, netos do fundador Paulo Szpak, um ucraniano que chegou ao Brasil em 1929, mantêm muitas tradições antigas: os salames são pendurados no teto, as compotas ficam sobre o balcão, os banquinhos são de palha e estão à venda tamancos de madeira e penicos. Isso mesmo! Penicos! Uma volta no tempo. O Armazém Santa Anta fica na Av. Salgado Filho, 4460. O horário de funcionamento é de de segunda a sexta, das 10h à meia-noite e aos sábados, das 10h às 22h. Mais informações aqui.

IMG_4236

penicos e tamancos

 

13. Solar do Barão

O Solar do Barão é hoje um espaço cultural. Dentro do prédio funcionam o Museu da Fotografia, o Museu da Gravura, o Museu do Cartaz e a Gibiteca de Curitiba. Além das exposições, o Solar tem uma programação de cursos bem bacana, como, por exemplo, xilogravura, serigrafia, desenho de HQ e de mangás. Vale a pena também conhecer a parte histórica. A casa foi construída em 1880 para ser a residência do ervateiro conhecido como Barão do Serro Azul. Depois que ele morreu, executado durante a Revolução Federalista, foi construída uma casa ao lado para a Baronesa morar com os filhos. O exército ocupou a casa do Barão. Em alguns cômodos o piso é original e partes da antiga pintura foram mantidas. Um passeio muito legal!

 

O Solar do Barão funciona de segunda à sexta, das 9h às 12h e das 13h às 18h, aos sábados, domingos e feriados das 12h às 18h. Entrada grátis!

solar do barão

 

 

 

 

14. Museu de Arte Contemporânea do Paraná

Conhecer o Museu de Arte Contemporânea é bacana para quem está passeando pelo centro. Ele fica na esquina das ruas Desembargador Westephalen e Emiliano Perneta, atrás do Palácio Avenida.

A casa vermelha, que abriga o museu, foi construída em 1928 para ser o Departamento de Saúde Pública do Paraná. O imóvel é tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual, e desde 1974 é a sede do MAC. O horário de funcionamento do Museu de Arte Contemporânea do Paraná é de terça a sexta, das 10h às 19h, sábados e domingos, das 10h às 16h. A entrada é grátis.

IMG_4162

15. Casa Estrela (bônus)

A Casa Estrela é um lugar muito bacana que pouquíssima gente ouviu falar. Ela fica dentro da PUC no Prado Velho. A casa feita de madeira foi construída pelo contador Augusto Gonçalves de Castro na década de 30. Ela tem o formato de uma estrela de cinco pontas, símbolo do Esperanto. O Esperanto é uma língua universal, inventada por um polonês em 1887. A ideia de Lázaro Zamenhof era criar um idioma universal, que não fosse de nenhuma nação, pertencesse a todos. No Paraná, o construtor da Casa Estrela, Augusto de Castro, era defensor do Esperanto e dava aulas da língua na parte de baixo do imóvel.

A Casa é considerada um marco da Arquitetura paranaense porque é feita com tábuas inteiras de pinheiro e não possui nenhum ângulo reto.
A visita é de graça e pode ser feita de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 16h.
 
 

IMG_8106

 

 

Comments

comments