São José dos Pinhais: Pedágio da BR-277 agora custa R$ 22,60 – Confira tarifas de outras praças

XV CURITIBA
3 Min Read
Foto: Divulgação

No Paraná, motoristas e usuários das rodovias se preparam para uma nova fase no sistema de pedágio, com a introdução de tarifas definidas pelas recém-chegadas concessionárias Via Araucária e EPR Litoral Pioneiro. Estas empresas, responsáveis pelos Lotes 1 e 2, respectivamente, anunciaram os preços que começarão a ser aplicados nas praças de pedágio a partir deste mês. Um ponto de destaque é a praça de pedágio na BR-277, estratégica por conectar Curitiba ao Litoral, localizada em São José dos Pinhais, onde a tarifa foi definida em R$ 22,60 para carros, caminhonetes e furgões.

A autorização para o início das cobranças partiu da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) nesta terça-feira (12), marcando um novo capítulo na gestão das rodovias paranaenses. Entretanto, os motoristas terão um breve respiro, pois as tarifas só começarão a ser efetivamente cobradas a partir do dia 22 de março, permitindo um período de adaptação ao novo sistema.

As tarifas anunciadas para ambos os lotes variam, refletindo a diversidade geográfica e a infraestrutura rodoviária do estado. No Lote 1, por exemplo, os valores para carros, caminhonetes e furgões se distribuem da seguinte maneira: a praça de São José dos Pinhais lidera com R$ 22,60, seguida por duas praças em Jacarezinho com tarifas de R$ 12,00, e outras em Carambeí (R$ 11,40), Jaguariaíva (R$ 7,60), e mais uma vez Jacarezinho com duas tarifas iguais a R$ 12,00, indicando um ajuste às necessidades locais. Por sua vez, o Lote 2 apresenta tarifas que vão de R$ 8,70, na praça de São Luiz do Purunã, a R$ 11,50 em Lapa, complementadas por valores intermediários em Porto Amazonas (R$ 10,90), Imbituva (R$ 10,00), e Irati (R$ 10,20).

Um aspecto notável dessa nova configuração é a isenção de tarifas para motocicletas, um alívio para os motociclistas que transitam pelas rodovias paranaenses. Essa medida reflete uma abordagem diferenciada na política de cobrança, possivelmente visando um impacto social positivo e a promoção de uma maior acessibilidade às rodovias.

Com a implementação dessas tarifas, o Paraná se ajusta a uma nova realidade no sistema de pedágios, um movimento que é observado com expectativa tanto pela população local quanto pelos usuários frequentes dessas rotas. A transição para a gestão das novas concessionárias promete não apenas alterar a estrutura de custos para os motoristas, mas também potencialmente influenciar no desenvolvimento e na manutenção da infraestrutura rodoviária do estado.

Share this Article
Posted by XV CURITIBA
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.