Prefeitura inicia hoje obras para novo asfalto na Vila Bancária e região terá breve interdição de ruas, confira

XV CURITIBA
4 Min de leitura
Foto: Divulgação

Após a parceria da Prefeitura de Campo Largo com a Agência Setor Público Paraná, do Banco do Brasil, consolidada no final de maio, e a agilidade no trâmite para a liberação do financiamento, iniciam nesta sexta-feira, 21 de junho, os trabalhos de fresagem na Rua Benedito Soares Pinto, próximo ao cruzamento com a Rua Quintino Bocaiúva, no bairro Vila Bancária. As equipes devem atuar de segunda a sábado, em horário comercial.

As vias urbanas a serem substituídas na Vila Bancária somam uma área de 29448,00 m² e são:

– Rua Castro Alves
– Rua Benedito Soares Pinto
– Rua José Bonifácio
– Rua José Soares Pinto

As obras serão executadas pela Secretaria Municipal de Obras Viárias e empresas terceirizadas que prestam serviços ao Município, de acordo com as especificações técnicas. O projeto é de fresagem ou remoção integral do pavimento antigo (massa ou asfalto frio) e deteriorado para substituição por uma camada nova de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ).

Esse procedimento será feito em ruas com ocorrências de remendos em mal estado, desgastes, panelas e fissuras em forma de escamas de peixe. Esses problemas foram constatados pela pasta e serão removidos integralmente, pois a pavimentação a quente propiciará o prolongamento da vida útil das vias.

Ruas interditadas – O secretário municipal de Obras Viárias, Flávio Barszcz, explica que “durante as obras as ruas ficarão sem asfalto, após a fresa, com uma programação máxima de 15 dias para a colocação da nova camada asfáltica. Então as vias ficarão interditadas durante o processo de fresa e vamos manter os locais sinalizados enquanto isso”. Os motoristas que circularem pela região deverão procurar caminhos alternativos, nos próximos dias, e equipes do DepTran estarão auxiliando o tráfego durante os dias de interdição.

Entenda as obras – A recuperação de vias é realizada em sete etapas. A primeira parte é a fresagem que utiliza um equipamento chamado fresadora e remove superficialmente o pavimento a frio e danificado existente nas ruas onde serão executados os serviços. O produto do asfalto frio retirado será transportado em caminhões basculantes e em parte será descartado, em parte será utilizado nas estradas rurais do Município (substituindo de forma satisfatória o saibro, quando aplicado corretamente).

Depois as equipes utilizam patrola, ou motoniveladora, para homogeneizar a base, retirar restos de material junto ao meio-fio, e também recolocar brita graduada simples (BGS) nos locais onde houver necessidade de reposição desse tipo de material. O maquinário deixa a base preparada para a terceira etapa que é receber a emulsão asfáltica. Tal impermeabilização é aplicada com um caminhão espargidor e operador experiente na função. Também chamada de imprimação, não pode ser realizada com o tempo chuvoso.

Por fim, as últimas etapas são: revestimento com a camada do CBUQ, aplicado com a vibroacabadora de asfalto, acabamento com rolo compactador pneumático na lâmina asfática recém aplicada, ajustes de emendas com rolo compactador liso e a sinalização vertical com placas nas vias recuperadas.

Novo asfalto em outros bairros – A verba do financiamento realizado também levará nova pavimentação de qualidade para os seguintes bairros: Jardim Itaqui, Ouro Verde, Ouro Preto, Ferrari e Moradias Bom Jesus. O valor total é de R$ 10 milhões e as áreas escolhidas passaram por um estudo prévio de planejamento, o que vai resultar em 1.300.000 m² de pavimentação em três meses de execução.

Compartilhe essa matéria e colabore com as equipes durante a execução das obras. E continue acompanhando as novidades desse projeto em nossos canais oficiais.

Compartilhe o artigo
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.