Polícia Federal investiga desvio de R$ 36 milhões em fundos eleitorais e partidários

XV CURITIBA
1 Min de leitura
Foto: Reprodução

Na manhã desta quarta-feira (12), a Polícia Federal desencadeou a Operação Fundo do Poço, direcionada a uma organização criminosa que desviou recursos do fundo partidário e eleitoral nas eleições de 2022. Sete mandados de prisão preventiva e 45 de busca e apreensão estão sendo cumpridos nos estados de São Paulo, Goiás e no Distrito Federal.

As investigações começaram após uma denúncia do então presidente do partido contra um ex-dirigente, suspeito de desviar aproximadamente R$ 36 milhões. A Justiça Eleitoral do Distrito Federal já autorizou o bloqueio desse valor e o sequestro judicial de 33 imóveis.

Relatórios de inteligência financeira e análises de prestações de contas revelaram a existência de uma organização criminosa estruturada, que utilizava candidaturas laranjas e superfaturamento de serviços de consultoria jurídica para desviar recursos destinados ao Fundo Partidário e Eleitoral. Durante a campanha de 2022, foram identificados atos de lavagem de dinheiro através da criação de empresas de fachada, aquisição de imóveis por meio de intermediários e superfaturamento de serviços prestados.

Os envolvidos estão sendo investigados por crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, furto qualificado, apropriação indébita, falsidade ideológica eleitoral e apropriação de recursos destinados ao financiamento eleitoral.

Compartilhe o artigo
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.