Conecte-se conosco

Notícias

Pelo esforço de vacinação, governador João Dória recebe comenda de Curitiba

Publicado

em

O governador de São Paulo, João Doria, agora faz parte dos condecorados com a comenda da Ordem Municipal da Luz dos Pinhais, honraria concedida pela Prefeitura de Curitiba desde 2018. A medalha foi entregue, na manhã deste sábado (14/8), pelo prefeito Rafael Greca, em uma solenidade restrita em seu gabinete, no Palácio 29 de Março. 

De acordo com Greca, a homenagem deve-se aos esforços liderados pelo governador paulista, por meio do Instituto Butantan, na efetivação da primeira vacina contra a covid-19 disponível no Brasil. A Coronavac vem sendo aplicada desde janeiro de 2021 com a aprovação do uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Essa medalha é o símbolo do nosso apreço. Com ela, reafirmamos a crença no grande êxito da vacinação com 70 milhões de doses da Coronavac e o desenvolvimento da Butanvac, que dá ao Brasil a grande esperança de se livrar definitivamente do problema que é a pandemia”, disse Greca. “João Dória leva a medalha que simboliza a luz que brilha em Curitiba e esperamos que ela brilhe em todo o Brasil”, completou. 

Doria, que estava em agenda pela capital paranaense desde a última sexta-feira (13/8), se disse grato pelo gesto de Greca, em nome da cidade de Curitiba, enaltecendo a ciência. “Todos nós acreditamos na ciência que salva. Estou muito feliz em ter recebido essa homenagem, por que ela fortalece a nossa luta – a sua e a minha – pela vida, pela ciência, pelo Brasil, pelo Paraná”, afirmou. “Este gesto do Prefeito de Curitiba, meu bom e querido amigo Rafael Greca, me sensibilizou muito”, afirmou o governador tucano. Greca então reforçou: “Que a luz dos Pinhais ilumine o Brasil”.

 

A primeira brasileira vacinada contra o coronavírus foi Mônica Calazans, 54, enfermeira da UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Até o dia 9 de agosto de 2021, o Instituto Butantan entregou 70 milhões de doses para o Ministério da Saúde distribuir a todo o país pelo Plano Nacional de Imunização, com expectativa de chegar até 100 milhões de doses até o final de agosto, num esforço fundamental contra a pandemia de covid-19 no país.

O governador João Doria é paulistano, foi prefeito da capital paulista em 2016 e ex-presidente  do Comitê Executivo do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais. Elegeu-se governador de São Paulo em 2018 com 53% dos votos em primeiro turno. 

Acompanharam a entrega o vice-prefeito, Eduardo Pimentel; o líder do governo na Câmara Municipal, Pier Petruzziello; e os secretários do Governo Municipal, Luiz Fernando Jamur e da comunicação social, Cinthia Genguini. 

A honraria

Banhadas a ouro, as medalhas da Ordem Municipal são inspiradas na obra "Homem à Altura dos Pinheiros”, de João Turin, um dos mais importantes artistas da História do Paraná, com o desenho de um homem de braços abertos em um cenário de pinheirais. A imagem remete ao Homem Vitruviano, símbolo do Renascimento, de Leonardo Da Vinci. 

A imagem faz ainda outra referência importante à história da capital, tendo sido capa em 1927 da revista Ilustração Paranaense, editada por João Batista Groff, e usada no Movimento Manifesto Paranista, de Alfredo Romário Martins, em 1928.

A medalha é sustentada por uma fita nas cores da bandeira de Curitiba verde bandeira, com filete central vermelho, ladeado por dois filetes brancos e dois filetes dourados. Instituída pelo decreto municipal 915, de 31 de agosto de 2018, a homenagem é constituída da medalha, de um diploma e da inscrição do nome dos homenageados em um livro de registros.

Homenageados

A primeira cerimônia de entrega da Ordem aconteceu em 2018, no Memorial de Curitiba. Entregas presenciais e coletivas aos homenageados aconteceram em 2018 e em 2019. Também foram agraciadas com a homenagem personalidades como a atriz Fernanda Montenegro e a princesa da Dinamarca Benedikte Astrid Ingeborg Ingrid.

Publicidade