País perdeu 204 mil postos de trabalho no trimestre encerrado em maio, diz IBGE

XV CURITIBA
1 Min Read
O Paraná foi o Estado que mais gerou emprego nas microempresas na região Sul nos primeiros quatro meses deste ano. Dados do Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência Social, mostram que o Estado apurou um saldo positivo - entre admitidos e demitidos - de 12,8 mil vagas no período. Foto: Arnaldo Alves / Srquivo ANPr.

O Brasil perdeu 204 mil postos de trabalho em apenas um trimestre, ao mesmo tempo em que mais 115 mil pessoas migraram para o contingente de desempregados. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta sexta-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desemprego passou de 12,6% em fevereiro para 12,7% em maio. O resultado só não foi mais elevado porque outros 475 mil indivíduos aderiram à população inativa no período. A população inativa alcançou o patamar recorde de 65,413 milhões de pessoas no trimestre encerrado em maio, dentro da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012.

No trimestre até maio, o mercado de trabalho perdeu 351 mil vagas com carteira assinada no setor privado, em relação ao trimestre terminado em fevereiro, descendo ao menor patamar da série histórica.

O contingente de trabalhadores sem carteira assinada no setor privado aumentou em 307 mil pessoas, e outros 193 mil indivíduos deixaram o trabalho por conta própria. O setor público teve aumento de 290 mil postos de trabalho em apenas um trimestre. O emprego como trabalhador doméstico diminuiu em 155 mil pessoas.

- Advertisement -
TAGGED: , , ,
Share this Article
Posted by XV CURITIBA
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.