Conecte-se conosco

Stereo Pop

‘O Esquadrão Suicida’ estreia nos cinemas com representatividade brasileira no elenco e na trilha sonora

Publicado

em

Na última quinta-feira (5), a aguardada produção "O Esquadrão Suicida" chegou aos cinemas brasileiros.

O longa, dirigido por James Gunn (“Guardiões da Galáxia"), chegou com um gostinho especial para os fãs brasileiros, deixando-os ainda mais próximos de seus super vilões favoritos, com a participação da atriz brasileira Alice Braga, assim como portuguesa Daniela Melchior, que também faz parte da trilha sonora do filme, que é repleto de hits conhecidos, como "Samba Na Sola", interpretado pela cantora Céu“Quem Tem Joga”, nas vozes de Drik Barbosa feat. Gloria Groove Karol Conká; e “Meu Tambor”, por Marcelo D2 feat. Zuzuka Poderosa.

Alice Braga e Daniela Melchior – Cred Divulgação/Warner Bros.

Alice Braga interpreta a líder guerreira Sol Soria, uma mulher forte e destemida, capaz de tudo para libertar seu povo. Já Daniela Melchior dá vida à Caça-Ratos 2, personagem que não faz parte do cânone da DC e foi inspirada no seu pai, o Caça-Ratos. A jovem, essencialmente preguiçosa, conta com uma habilidade muito especial para manter seu bando unido.

*Consulte a programação dos cinemas de sua cidade.

Sinopse: Bem-vindo ao inferno, também conhecido como Belle Reve, a penitenciária com a maior taxa de mortalidade nos Estados Unidos, onde são mantidos os piores supervilões, dispostos a fazer qualquer coisa para escapar – até mesmo integrar a supersecreta e supersombria Força Tarefa X. Qual é a missão de vida e morte para hoje? Reunir um grupo de prisioneiros de alta periculosidade como Sanguinário, Pacificador, Capitão Bumerangue, Caça-Ratos 2, Sábio, Tubarão-Rei, Blackguard, Dardo, e a psicopata favorita de todos, Arlequina. Em seguida, armar todos até os dentes e jogá-los (literalmente) na remota ilha Corto Maltese.

Na selva povoada de militantes adversários e forças de guerrilha que aparecem do nada a cada momento, os integrantes do Esquadrão estão em uma missão de busca e destruição, e o Coronel Rick Flag é o único homem em terra responsável por fazê-los se comportar… além dos técnicos do governo da equipe de Amanda Waller, falando em seus ouvidos e rastreando cada movimento deles. Como sempre, basta um movimento errado e eles vão acabar mortos (seja nas mãos dos inimigos da ilha, de um companheiro de equipe ou da própria agente Amanda Waller). Se alguém estivesse disposto a fazer uma aposta em dinheiro, a escolha mais inteligente seria contra eles, todos eles.

Publicidade