Conecte-se conosco

Gastronomia

New York Cafe começa a vender franquias

Publicado

em

Um ambiente descolado e aconchegante, onde o público tem a oportunidade de vivenciar o melhor da cozinha e da cultura nova-iorquina, nos cafés especiais e no cardápio exclusive. Essa é a proposta do New York Cafe, que abriu as portas em Curitiba no ano de 2012 com um conceito inédito, refletindo a experiência que o chef brasileiro Luiz Santo adquiriu trabalhando nos Estados Unidos, Nova Zelândia e, principalmente, na fascinante cidade de Nova York. 

 

Em 2018, a Concept Store do New York Cafe, localizada no bairro Batel, em Curitiba, teve um faturamento de R$ 1,85 milhão. O cardápio da casa apresenta uma grande variedade de itens, e as especialidades são: os Bagels, Snacks, Cheesecakes, Milkshakes e Cafés especiais. Com quase 7 anos de história, o chef Luiz Santo acredita que o estabelecimento chegou a um nível de amadurecimento apto a oferecer uma franquia estruturada, apropriada para dar retorno aos investidores. Não só em Curitiba ou no Paraná, cidade e estado onde a marca já é reconhecida, mas também em novos locais, como Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro.   

 

Em Curitiba, 4 novas franquias já foram vendidas no formato Donut Shop – um formato inédito da marca –, em três shoppings da capital paranaense (Palladium, Pátio Batel e Jockey Plaza) e uma loja em um Strip Mall no Champagnat. "Nosso plano de franquia e expansão está sendo arquitetado desde o primeiro ano da marca", relata Santo. Apostando em um "novo ar econômico, sem qualquer ideologia política", Santo afirma que os investidores, inclusive os estrangeiros, estão voltando a observar o Brasil com mais cuidado. 

 

Por esse motivo, a meta do New York Cafe é ousada: abrir 10 novas lojas neste ano – e garantir uma programação de, ao menos, 5 novas franquias no primeiro semestre de 2020. "Dentro dessa tendência, o propósito é atingir a Grande São Paulo no segundo semestre do ano que vem", projeta Santo. "Já temos novas negociações na região metropolitana de Curitiba e no interior do Paraná, em cidades como Ponta Grossa, Londrina e Maringá", diz. 

 

De acordo com ele, o projeto de lançamento dos modelos de franquia levou um certo tempo até chegar aos seus detalhes definitivos. "Fomos pé no chão de esperar um momento certo de mercado, definir os modelos e encontrar os nichos de mercado. A ideia é estruturar muito bem para que os franqueados reduzam seus riscos e para que possamos oferecer um padrão e controle de qualidade. "Também sentimos que vários detalhes na operação de nossa loja própria precisavam ser aprimorados", explica Santo. 

 

Os formatos 

 

Com uma taxa de retorno de investimento estimada em cerca de 24 meses, o New York Cafe desenhou três modelos de franquias: os chamados Donut Shops, que contam com no máximo 35 m2; o To Go, com até 80 m2, ambos podendo ser implantados tanto em shoppings quanto em lojas de rua; e a Concept Store, com ambientes de até 200 m2. As franquias partem de R$ 200 mil e chegam a R$ 1 milhão, considerando a infraestrutura e todo o suporte necessário à operação, além de um mix de produtos adaptado para cada espaço. 

 

"Nosso foco é na venda da experiência New Yorker em todos os modelos de franquia", conta Santo. Nesse sentido, todas as lojas, independentemente do formato, seguem com o conceito de produtos "para viagem". 

 

A franqueadora detém o controle total da produção, dentro do conceito "farm-to-table", levando ingredientes da fazenda diretamente para a mesa, com tudo feito em seu espaço. Para isso, o New York Cafe está investindo na ampliação de sua produção, que será localizada em Curitiba para que a logística de entrega dos produtos seja cumprida. 

Cadastre-se gratuitamente em nossa newsletter
Cadastre o seu email
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
We respect your privacy

Comments

comments

TOPS DA SEMANA

Copyright © 2012 XV Curitiba