fbpx Morre Gilberto Dimenstein, fundador da Catraca Livre | XV Curitiba
Conecte-se conosco

Notícias

Morre Gilberto Dimenstein, fundador da Catraca Livre

Publicado

em

O câncer no pâncreas levou Gilberto Dimenstein, 63 anos, nesta sexta-feira. O jornalista se destacou na carreira pela cobertura de temas sociais e direitos humanos.

Travava, desde 2019, batalha contra uma tipo agressivo de câncer, sobre  o qual escreveu relato emocionante para a Folha de São Paulo, em janeiro deste ano.

    "Hoje – é até difícil falar isso – estou vivendo o momento mais feliz da minha vida. Aquele Gilberto Dimenstein do câncer morreu. Nasceu outro. Câncer é algo que não desejo para ninguém, mas desejo para todos a profundidade que você ganha ao se deparar com o limite da vida. Não queria ter ido embora sem essa experiência", anotou.

Carreira – Gilberto Dimenstein teve passagem pelos jornais "Folha de S. Paulo", "Jornal do Brasil", "Correio Braziliense, "Última Hora" e ainda pela revista "Veja", além da rádio "CBN".

Escreveu livros como "Meninas da Noite", sobre a prostituição infantil na Amazõnia, e "Cidadão de Papel", sobre os direitos da criança e adolescente no Brasil. Venceu por duas vezes o Prêmio Esso, o de maior prestígio no jornalismo brasileiro, em 1988 e em 1989 e o outra vez o Prêmio Jabuti de Literatura, em 1993, com "O Cidadão de Papel".

(Com informações do Jornal O Globo) – C

Cadastre-se gratuitamente em nossa newsletter
Cadastre o seu email
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
We respect your privacy
Publicidade

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE