Ministro manda bloquear redes sociais de investigados

XV CURITIBA
1 Min Read
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre Moraes, ordenou nesta terça-feira (16) o bloqueio das redes sociais e Whatsapp de sete pessoas investigadas por serem críticas do STF.

Moraes ordenou que a Polícia Federal faça uma busca e apreensão de pelo menos 7 pessoas e ainda solicitou que as redes sociais (Facebook, Whatsapp, Twitter e Instagram) sejam bloqueados, além de dar permissão aos investigadores de ter acesso aos dispositivos eletrônicos do “suspeitos”. A decisão foi tomada em sigilo.

O objetivo da ação do ministro é apurar informações sobre informações falsas e caluniosas espalhadas pelos suspeitos em suas redes sociais. Segundo o ministro, a atitude dos investigados “atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares” .

Segundo Moraes, as postagens dos investigados tem o objetivo de subverter a ordem e deslegitimar o STF com “Fake News”.

As informações são da revista Veja.

Share this Article
Posted by XV CURITIBA
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.