”Melzinho do Amor”: Anvisa alerta para perigos do uso do estimulante

XV CURITIBA
2 Min Read

“Melzinho do amor”. Um suposto estimulante sexual que pode trazer sérios riscos a saúde. Esse é o alerta de especialistas e da Anvisa.

Sem autorização da Anvisa e mesmo tendo sua venda proibida em todo o país, o produto pode ser comprado na internet, em feiras e lojas.

Ana Carolina Moreira, gerente de Inspeção e Fiscalização Sanitária da Agência afirma que o consumo de uma substância não aprovada pela Anvisa pode trazer prejuízos a saúde. Ela explica que não existe nenhuma garantia que confirme sua eficácia, além de trazer um desconhecimento da higiene para a ingestão do produto.

O produto ilegal tem se popularizado, principalmente entre os jovens. O endocrinologista Márcio Dytz alerta que uso pode causar dependência e, em caso de pacientes cardíacos, pode levar a morte. Dytz explica que o produto tem componentes parecidos com o que existe no medicamento “Viagra”, portanto, pode trazer riscos inesperados com sua ingestão.

- Advertisement -

Há 3 meses a Anvisa abriu investigação sanitária para apurar a procedência do “Melzinho do amor".

O suposto estimulante não possui qualquer tipo de registro na Anvisa e, por isso, o órgão proibiu a comercialização, distribuição, fabricação, propaganda e o próprio uso do produto, além de determinar a apreensão de unidades que forem encontradas à venda. As empresas que insistirem em vender o suposto estimulante sexual podem ser penalizadas.

A Avisa informou que outros órgãos de controle como a Receita e a Polícia Federal atuam contra o comércio de produtos irregulares. A denúncia da venda de um produto ilegal pode ser feita na página da internet: gov.br/anvisa

Share this Article
Posted by XV CURITIBA
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.