Conecte-se conosco

Stereo Pop

‘Macabro’, filme nacional baseado na história real dos Irmãos Necrófilos, está disponível nas plataformas digitais

Publicado

em

O longa brasileiro "Macabro", dirigido por Marcos Prado, está disponível nas plataformas digitais Net Now, Vivo Play, Looke, Itune, Microsoft e Google Play desde o dia 29 de dezembro de 2020.

A produção, inspirada na história real de Ibraihim e Henrique de Oliveira, os "Irmãos Necrófilos", que nos anos 90 foram acusados de brutais assassinatos de oito mulheres, um homem e uma criança, na Serra dos Órgãos, região serrana do Rio de Janeiro.

O suspense segue o sargento Teo (Renato Goés), um jovem policial que nasceu na região e passa por uma crise profissional e ética, quando é resignado para voltar à sua cidade natal na busca pelos suspeitos escondidos na Mata Atlântica. Enquanto a população, a imprensa e a polícia local condenam os irmãos, Teo percebe que um deles pode ser inocente e que a sociedade local revela um padrão histórico de abuso racial, tendo o racismo como uma realidade tão violenta quanto os crimes em série.

Premiado no Brooklyn Film Festival, o filme teve estreia nacional durante a 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, foi exibido no Festival Internacional de Cinema do Rio e teve sua estreia internacional na competição oficial do Festival de Austin no Texas, sendo ainda premiado como melhor filme, na categoria “Dark Matters” do Austin Film Festival.

Os crimes narrados no filme foram amplamente noticiados na mídia nos anos 90, quando assassinatos em série cometidos por dois jovens irmãos negros, seguido de estupro, estavam acontecendo na região serrana, envoltos em lendas e histórias sobrenaturais, contadas pelos próprios moradores – uma comunidade de imigrantes suíços, extremamente religiosa e conservadora.

"Macabro" tem roteiro de Lucas Paraizo Rita Gloria Curvo, sendo fruto de uma extensa pesquisa por parte dos roteiristas e do próprio diretor, em fóruns, processos, autos de julgamentos, entrevistas com moradores da região e com o próprio acusado, Henrique de Oliveira.

O elenco do longa ainda conta com Amanda Grimaldi, Guilherme Ferraz, Diego Francisco, Eduardo Tomaz, Juliana Schalch, Flávio Bauraqui, Paulo Reis, João Pydd, Claudia Assunção, Osvaldo Mil, Thelmo Fernandes.