fbpx Investigada por ‘rachadinha’, vereadora Fabiane vai para prisão domiciliar e debocha da cara dos curitibanos nas redes | XV Curitiba
Conecte-se conosco

Curitibanices

Investigada por ‘rachadinha’, vereadora Fabiane vai para prisão domiciliar e debocha da cara dos curitibanos nas redes

Publicado

em

Foto: CMC

A Justiça concedeu prisão domiciliar para vereadora de Curitiba Fabiane Rosa (PSD); Fabiane estava na cadeia desde o último dia 27 por conta de uma investigação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público (MP). No despacho, proferido na noite de terça-feira (11), o magistrado explica que houve apresentação de documentos e fatos novos que demonstraram que ela possui guarda unilateral de seu filho, de apenas quatro anos de idade.

A vereadora está sendo investigada  por suspeita de rachadinha, quando o político pega parte do salário de seus funcionários, que segundo o desembargador as provas são ‘’robustos elementos probatórios” sobre as condutas de Fabiane, que estariam constantes em “degravações, escutas telefônicas, depoimentos testemunhais além de “vastos elementos indicativos, bem como documentos bancários e planilhas descritivas, de que a então vereadora vinha reiteradamente se apropriando de valores desviados de verbas salariais oriundas de funcionários comissionados”.

Após ser divulgado a decisão do juiz Laertes Ferreira Gomes, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), a população curitibana, principalmente os protetores dos animais ficaram indignados  com a decisão, assim indo para as redes sociais desabafar, porém em um destes desabafo, o perfil de Fabiane Rosa, administrado por sua equipe no facebook começou a debochar da cara dos curitibanos, dizendo ‘’chora que dói menos’’, ‘’até dia 15/11’’ data das eleições municipais.

Porém a vida não está tão fácil assim para Fabiane, no dia 04 de agosto ela foi afastada do partido que faz parte (PSD) por 30 dias, que segundo informações que tivemos, a vereadora será afastada por definitivo no próximo mês, impedindo-a de lançar o nome ao pleito municipal.

 

Cadastre-se gratuitamente em nossa newsletter
Cadastre o seu email
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
We respect your privacy