Ad image

Greca assina novas Ordens de Serviço do Novo Inter 2 em Curitiba; investimento total já chega a R$ 458,7 milhões

XV CURITIBA
6 Min Read
José Fernando Ogura/SMCS

O prefeito Rafael Greca autorizou o início das obras de mais lotes do Projeto Novo Inter 2, que ao todo já soma R$ 458,7 milhões entre os novos recursos liberados e os já aplicados. Nesta segunda-feira (13/5) foram assinadas três Ordens de Serviço (OS): os consórcios TC Jerusalém e TC Inter 2 Santa Quitéria (formados pelas empresas TCE e Compasa) e TCV Inter 2 (com a TCE, Compasa e Viaplan) venceram as licitações para execução nos bairros Xaxim, Boqueirão, Novo Mundo, Campina do Siqueira, Portão, Vila Izabel, Seminário e Santa Quitéria.

Os lotes autorizados nesta segunda somam R$ 270 milhões. Valores que se somam a outros R$ 188,7 milhões aplicados nas obras do lote 2, no Xaxim e Novo Mundo e lote 4, no Capão da Imbuia e Tarumã, ambos já em execução, além do lote 5, nas Mercês, que já tem Ordem de Serviço assinada, e da Estação Agrárias, entregue também nesta segunda-feira (13/5). No total, já estão em execução R$ 458,7 milhões em intervenções do Inter 2 em andamento.

“Fiz questão de convidar o BID para esse momento marcante em Curitiba. Estão aqui para discutir eletromobilidade e transporte público, e nós já estamos colocando essa inovação em prática, executando a infraestrutura necessária para a mudança de matriz energética na rede de transporte, em um novo salto de evolução da nossa modalidade urbana”, Rafael Greca. 

O Projeto Novo Inter 2 tem o financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a readequação de quase 40 km de itinerário das Linhas Direta Inter 2 e Interbairros II. São U$ 106 milhões de recursos do banco, mais contrapartidas da prefeitura.

Dirigentes do BID – Ana María Pinto, chefe da Divisão de Transportes, e Ana Beatriz Figueiredo, chefe de equipe do projeto de Curitiba – participaram da solenidade de assinatura da OS, juntamente com representantes das empresas contratadas, além de servidores da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop) e do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc).

“Temos a inovação na veia. Trazemos isso de forma sistemática no nosso planejamento urbano”,  disse Luiz Fernando Jamur, presidente do Ippuc e secretário municipal de Governo. 

A partir da assinatura da OS, as empresas têm 30 dias para começar a mobilização das obras, com instalação de canteiros e definição de equipes e frentes de trabalho. Em paralelo, também já estão sendo realizadas as reuniões públicas com as comunidades impactadas, para apresentação das estratégias de execução de cada lote. 

O grupo de especialistas da Divisão de Transporte do BID, presentes na cidade para eventos internos da instituição, foi representado pela Chefe da Divisão, Ana Maria Pinto, que destacou a inspiração que Curitiba imprime em seu planejamento urbano.

O vice prefeito Eduardo Pimentel destacou o volume de obras já em execução em bairros que careciam de infraestrutura viária, como o Tarumã e o Capão da Imbuia. “Temos um compromisso com a melhoria da mobilidade e com o conforto do usuário. E isso se consolida a cada novo passo em projetos inovadores”.

As obras do lote 3.1, no Xaxim, foram apresentadas à comunidade em reunião pública realizada no Centro de Esportes e Lazer do Xaxim, na sexta-feira (10/5). A execução será do Consórcio TCV Inter 2 Xaxim, formado pela TCE, Compasa e Viaplan. Com o custo de R$ 96,2 milhões estão previstas  a readequação viária, com drenagem, pavimentação, iluminação pública, paisagismo e calçamento nas ruas José Rebelato, Octacyr Reinaldo Mion, Francisco Derosso, Elisio Gabardo, Humberto Higino Parolin, Catarina Gabardo, Antônio Rebelato, Cleto Da Silva, Paulo Setubal, Franz Herbert, Prof. Leonel Moro, Ana Aparecida Lopos Canet, Inocente Rebelato, Infante Dom Henrique, Hellen Keller, Prefeito Ambrósio Bini, São Judas Tadeu, Emanuel Kant, Anibal Requião, Otaviano Almeida Rosa, Des. Estanislau Cardoso, José Maria Pinheiro Lima, Ângelo Scaramuza, Gabriel Frecceiro de Miranda, Santa Amélia, Leôncio Derosso, Salto Do Lontra, Prof. Lauro Zak e Cel. Rivadávia Pereira de Moraes.

O lote 1, com 16 mil metros de infraestrutura viária requalificada, foi subdividido em duas licitações diferentes, vencidas pelos consórcios TC Jerusalém e TC Inter 2 Santa Quitéria (formados pelas empresas TCE e Compasa). Em uma parte, no valor de R$ 81,6 milhões, estão previstas intervenções nas ruas Hugo Kinzelmann, Estanislau Pampuche, Dep. Heitor Alencar Furtado, Major Heitor Guimarães, Gal. Mario Tourinho e Saldanha Marinho, avenidas Pres. Arthur Bernardes e República Argentina e ruas Prof. Doracy Cezzarino, Francisco Klemtz, Padre Leonardo Nunes, Alvaro Vardânega, Sylvio Zeny, Francisco Frischmann, Arion Niepce da Silva, Engº Niecpe da Silva e Tamoios.

Na outra, com custo de R$ 91,9 milhões, serão feitas a continuidade de obras na Av. Arthur Bernardes, ruas Edmir Silveira D’Ávila, João Alencar Guimarães, Cel. Hoche Pedra Pires, Major França Gomes, Cel. Airton Plaisant, Curupaitis, Prof. Ulisses Vieira, Bocaiuva, Vital Brasil, Wenceslau Glaser e Prof. Dr. Pedro Ribeiro Macedo da Costa, além do mini terminal do Santa Quitéria. A reunião pública do lote 1 será no dia 14/5, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Seminário, às 15h30

Share this Article
Posted by XV CURITIBA
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.