Conecte-se conosco

Paraná

Oficializado: General Ferreira é o novo diretor-geral brasileiro de Itaipu

Publicado

em

Crédito: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Foi publicada nesta quarta-feira (7), no Diário Oficial da União (DOU), a nomeação do general João Francisco Ferreira como novo diretor-geral brasileiro de Itaipu com mandato até 16 de maio de 2022. Ele substitui o general Joaquim Silva e Luna, que ficou dois anos e um mês no comando da usina. O presidente Jair Bolsonaro e demais ministros participam da posse. Segue o link https://www.in.gov.br/web/dou/-/decretos-de-6-de-abril-de-2021-312385562

A solenidade de transmissão do cargo está marcada para esta tarde, no Cineteatro dos Barrageiros, dentro da usina. O local leva esse nome em homenagem aos milhares de operários que trabalharam na obra.

O presidente Jair Bolsonaro também esteve presente na posse de Silva e Luna, no dia 26 de fevereiro de 2019. O general foi indicado pelo presidente, no último dia 19 de fevereiro, para assumir a presidência da Petrobras, o que deve acontecer após assembleia do Conselho Administrativo da estatal, prevista para o próximo dia 12.

Embora oficialmente confirmada no DOU nesta quarta-feira (7), a indicação do general Ferreira já havia sido anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro no mesma data da indicação do general Silva e Luna para o comando da Petrobras.

Ferreira é o 13º diretor-geral brasileiro da binacional e o quarto militar a comandar a hidrelétrica. O primeiro foi o general José Costa Cavalcanti (1974-1985), o segundo o coronel Ney Aminthas de Barros Braga (1985-1990) e o general Joaquim Silva e Luna (2019-2021), último em atividade.

Na galeria de diretores-gerais figuram ainda Marcos Vitorio Stamm (2018-2019), Luiz Fernando Leone Vianna (2017-2018), Jorge Miguel Samek (2003-2017), Antonio José Correia Ribas (2002-2003), Euclides Girolamo Scalco (1995-1998 e 1998-2002), Altino Ventura Filho (1998), Francisco Luiz Sibut Gomide (1993-1995), Jorge Nacli Neto (1991-1993) e Fernando Xavier Ferreira (1990-1991).

Veja quem é o novo diretor-geral brasileiro de Itaipu

O general-de-exército João Francisco Ferreira, nascido em 30 de novembro de 1949 na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul, incorporou ao Exército no ano de 1966, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas (SP).

É bacharel em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras, onde se formou como oficial de Infantaria no ano de 1972.

No início de sua carreira, serviu no 7º Batalhão de Infantaria Blindado, em sua terra natal, e no 26º Batalhão de Infantaria Paraquedista, no Rio de Janeiro. O general Ferreira é paraquedista militar, mestre de salto paraquedista e possui o curso de salto livre paraquedista. Em 1978, formou- se em Educação Física na Escola de Educação Física do Exército, sediada no Rio de Janeiro.

Em 1981, cursou a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais. Após o curso, foi classificado no 63º Batalhão de Infantaria, na cidade de Florianópolis (SC). Em julho de 1983, foi designado para a Missão Militar Brasileira de Instrução no Paraguai, onde serviu por dois anos como assessor de paraquedismo junto às Forças Armadas da República do Paraguai. De volta ao Brasil, serviu no 29º Batalhão de Infantaria Blindado, em Santa Maria.

Nos anos de 1988 e 1989, cursou a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, no Rio de Janeiro. Após o curso, voltou a Santa Maria, onde serviu como oficial de estado-maior da 6ª Brigada de Infantaria Blindada. Foi promovido ao posto de tenente-coronel no ano de 1990. Três anos depois, serviu como instrutor na Academia Militar das Agulhas Negras.

Em 1995, assumiu o Comando do 8º Batalhão de Infantaria Motorizado, em Santa Cruz do Sul (RS). Durante o comando, foi promovido a coronel. Em janeiro de 1998, foi nomeado oficial do Gabinete do ministro do Exército e, em junho de 1999, adido militar na Embaixada do Brasil no México.

Após seu retorno ao país, em 2002, foi promovido a general-de-brigada e designado comandante da 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, sediada em Pelotas (RS). No período de 2004 a 2005, comandou a Brigada de Infantaria Paraquedista, no Rio de Janeiro.

Foi promovido a general-de-divisão em 2006 e designado vice-chefe do Estado-Maior de Defesa do Ministério da Defesa. De abril de 2008 a janeiro de 2011, comandou a 6ª Região Militar, em Salvador (BA).

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,7 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.