Conecte-se conosco

Curitibanices

Esquema de segurança é reforçado para os dias de Carnaval em Curitiba

Publicado

em

Aglomerações e falta de máscaras de proteção (ou o uso incorreto, sem cobrir nariz e boca) serão situações fiscalizadas por guardas municipais, na cidade toda, durante o feriado de Carnaval. No Largo da Ordem e nas praças e ruas da região central, o esquema de segurança será reforçado com efetivo de guardas e, também, de policiais militares a partir desta sexta-feira (12/2).

O esforço concentrado é mais uma medida da Prefeitura para evitar a transmissão e o aumento de casos de covid-19. Com a bandeira amarela vigente na cidade, continua proibido o funcionamento de bares e casas noturnas.

Também está proibida a circulação de pessoas no período das 23h às 5h, em espaços e vias públicas, salvo em razão de atividades ou serviços essenciais e casos de urgência.

“São medidas previstas no Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba para evitar que, no feriado prolongado, haja grande circulação de pessoas e aglomerações, o que pode elevar o número de casos de covid-19 e, consequentemente, sobrecarregar os serviços de saúde, a exemplo do que aconteceu nos feriados de Natal e de Ano Novo”, salienta o secretário interino de Defesa Social e Trânsito e comandante da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Junior.

Decreto municipal prevê ainda a proibição da comercialização e do consumo, em espaços de uso público ou coletivo, de bebidas alcoólicas no período das 23h às 5h, estendendo-se a vedação para quaisquer estabelecimentos comerciais, serviços de conveniência em postos de combustíveis, clubes sociais e desportivos e áreas comuns de condomínios.

Planejamento

Reuniões prévias de planejamento para o esquema de segurança foram encabeçadas pela Defesa Social do município, de forma a informar e definir atribuições, com a participação de representantes do Gabinete de Gestão Integrada Municipal, Departamento de Inteligência da Defesa Social, Administração Regional da Matriz, Polícia Militar (12º Batalhão), Secretaria Municipal do Urbanismo, Fundação Cultural de Curitiba e Centro Seguro.

 

Publicidade