Conecte-se conosco

Notícias

Equipes de fiscalização notificam dez bares do São Francisco no centro de Curitiba

Publicado

em

Dez bares e lanchonetes do bairro São Francisco, no Centro, foram vistoriados na noite desta quinta-feira (26/11) pelas equipes da Prefeitura, durante Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu). Todos os estabelecimentos foram notificados quanto à necessidade de adequação à resolução 01/2020, que reúne medidas sanitárias obrigatórias para evitar a disseminação da covid-19, como garantia de distanciamento social (1,5 metro mínimo entre cada pessoa), uso de máscara tanto por clientes quanto funcionários, álcool em gel à disposição, ambientes ventilados.

A fiscalização reuniu fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, Guarda Municipal, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Segundo a diretora de Fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Jussara Policeno de Oliveira Carvalho, as ações para coibir excessos e adequação à legislação prevista pra o momento serão intensificadas.

“Temos feito desde 17 de abril, ações sistemáticas, em todos os bairros e integrando diferentes equipes do município. Esse trabalho será intensificando, teremos mais vistorias já a partir deste final de semana”, diz Jussara.

Além das fiscalizações nos fins de semana, serão mais intensas as abordagens durante a semana, com vistorias realizadas por fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, Guarda Municipal e Vigilância Sanitária.

Roteiros, dias e horários não são divulgados, mas a população deve ficar atenta porque as incursões acontecerão por toda a cidade.

O trabalho de fiscalização nos estabelecimentos comerciais e a orientação da população como parte das medidas de prevenção e controle do aumento de casos de covid-19 na cidade teve início em março, quando começaram a aparecer os primeiros casos na cidade, com ações desenvolvidas primeiramente pela Vigilância Sanitária do município.

Em seguida somaram esforços as ações desenvolvidas pelas equipes da Secretaria do Urbanismo, Defesa Social e Trânsito e Vigilância Sanitária, além das Ações de Fiscalização Integradas (Aifus), em parceria com Policia Militar e Corpo de Bombeiros.

Mas de 35 mil ações

Desde o início do combate ao novo coronavírus as equipes da Prefeitura já atuaram em  35.495 ações de inspeção ou fiscalização.

Na última semana, por exemplo, somente nas Aifus, foram realizadas 24 vistorias, em 17 bairros, que resultaram na interdição de seis estabelecimentos e 16 notificações.

Desde abril são 1.521 fiscalizações em diferentes bairros, que resultaram em 357 locais interditados por não atendimento aos Decretos 774, 810, 940 e 1160/2020, vigentes em diferentes períodos, conforme a indicação da bandeira e  150  locais autuados por descumprir o Decreto Estadual 4942/2020. No período também foram expedidas 613 notificações (Resolução 1/2020) e 39 locais acabaram interditados por não atendimento a Resolução 1/2020. Foram lavrados 354 documentos, notificações por irregularidades comerciais.

Parques e praças

Enquanto fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo vistoriam estabelecimentos comerciais, a guarda municipal percorre parques, praças, canchas de esportes terminais de ônibus e ruas de comércio para orientar as pessoas, coibir e encerrar aglomerações. Os guardas conversam com a população em casos de festas e reuniões em espaços particulares, em situações de aglomeração, o que contraria as recomendações da autoridade sanitária nesse período de enfrentamento à covid-19.

Desde abril até agora 315.956 mil pessoas foram orientadas e os agentes atenderam a 21.275 ocorrências.

Mercados, academias e escolas

Já a Vigilância Sanitária tem atuado em estabelecimentos como restaurantes, lanchonetes, clínicas, escolas, fabricantes clandestinos de álcool, lar de idosos, academias e comunidades terapêuticas entre outros.

Desde os registros dos primeiros casos da covid-19 em Curitiba, em março, a Vigilância Sanitária do município já realizou 12.709 inspeções. O resultado até este momento gerou: 449 autos de infrações lavrados, 802 intimações para adequações e 80 interdições.

As fiscalizações e inspeções são pautadas a partir das denuncias feitas pela população, por meio da Central e aplicativo 156.  

Inteligência Artificial

Além das fiscalizações e inspeções a Prefeitura tem outras medidas para promover o distanciamento social. Uma delas é o uso da Inteligência Artificial (IA) para monitorar o distanciamento entre as pessoas em tempo real em terminais de ônibus e estações-tubo.

O aplicativo Distância 2 coleta dados de dez câmeras localizadas em terminais e estações-tubo e usa um algoritmo que identifica o distanciamento mínimo entre as pessoas e gera alertas caso o distanciamento de 2 metros seja descumprido.

Estão sendo monitoradas as estações Central (sentido Santa Cândida); Eufrásio Correia (sentido Leste); Praça Carlos Gomes (sentido Boqueirão); e Praça Rui Barbosa (sentido Pinheirinho). O aplicativo também está ativado nos terminais Boqueirão (sentido Centro); Capão Raso (sentido Centro); Pinheirinho (sentido Carlos Gomes); Pinheirinho (sentido Rui Barbosa);  Portão (sentido bairro); e Sta. Cândida (sentido Centro)

O aplicativo Distância2 foi desenvolvido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e disponibilizado sem custo ao município.