Eduardo Leite denuncia Jean Wyllys por homofobia no Ministério Público

XV CURITIBA
2 Min de leitura
Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini.

O Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), protocolou uma denúncia contra o ex-deputado federal Jean Wyllys por declarações de cunho homofóbico. O anúncio foi feito por Leite através do Twitter na última quarta-feira, 19 de julho, depois de um embate entre os dois políticos na mesma rede social.

 

No tweet que divulgou a denúncia, Leite criticou as “falas preconceituosas e discriminatórias” de Wyllys, traçando um paralelo com as ofensas homofóbicas que recebeu anteriormente de Roberto Jefferson e Jair Bolsonaro. O governador, que é abertamente gay, fez questão de sublinhar que a orientação política do ofensor não faz diferença quando o assunto é preconceito.

 

“Quando Jean Wyllys ataca uma decisão que tomei como governador, ele pode discordar, pode ter uma opinião diferente, mas tentar vincular essa decisão à minha orientação sexual e até às minhas preferências sexuais, sinto-me obrigado a apresentar uma representação. Apresentei esta representação para que a conduta dele seja investigada e todas as consequências sejam desdobradas”, defendeu Leite em vídeo compartilhado na rede social.

 

A controvérsia entre os políticos começou quando Wyllys criticou a decisão de Leite de manter o programa de escolas cívico-militares no Rio Grande do Sul, apesar de uma decisão contrária do governo federal. Wyllys escreveu: “Que governadores heterossexuais de direita e extrema-direita fizessem isso já era esperado. Mas um gay…? Afinal, gays com homofobia internalizada geralmente desenvolvem libido e fetiches em relação ao autoritarismo e aos uniformes”.

 

Diante do comentário, Leite respondeu prontamente: “Manifestação deprimente e cheia de preconceitos em incontáveis direções… e que em nada contribui para construir uma sociedade com mais respeito e tolerância. Jean Wyllys, eu lamento a sua ignorância”, concluiu o governador.

 

A investigação está agora nas mãos do Ministério Público, que deverá analisar a denúncia de Leite e decidir sobre as possíveis consequências legais. O Governador do Rio Grande do Sul reforçou que a homofobia, o preconceito e a discriminação são intoleráveis, independentemente de quem os pratique.

Compartilhe o artigo
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.