Conecte-se conosco

Arte

Design de Interiores foi uma das artes presentes no 30.º Festival de Curitiba

Publicado

em

Cred capa – Daniel Sorrentino

Desde a última edição presencial do Festival de Curitiba, em 2019, o Hotel Mabu Business, localizado em frente à Praça Santos Andrade, passou a ser o QG do evento e, além de ser o local de trabalho da equipe de produção e comunicação, também abriga um espaço ambientado para receber a imprensa e coquetéis com formadores de opinião, em uma área de convivência com vista para a Praça Santos Andrade e dois importantes prédios da cidade, o Centro Cultural Teatro Guaíra e o prédio histórico da UFPR.

Este ano, a área passou por nova revitalização, em projeto novamente assinado pela designer de interiores Jordana de Fraga, que também é professora e supervisora do curso do Centro Europeu. “Quando recebi o convite do Festival de Curitiba em 2019 foi um grande desafio. Além de revitalizar toda uma suíte do hotel que mantinha uma decoração que não recebia mudanças desde os anos 80, também foi proposto uma homenagem para a icônica artista Bibi Ferreira. Aquele foi o primeiro pontapé para inserir o design de interiores dentro do maior festival de artes cênicas da América Latina”, explica Jordana de Fraga. A suíte em questão fica no 10º andar, com aproximadamente 70m².

A designer de interiores Jordana de Fraga assinou todo o projeto do ambiente especial (Créd. Daniel Sorrentino)

Como nesta edição o Festival de Curitiba completou 30 anos, o tema da suíte, que passou a ser um living, foi uma homenagem ao trigenário. As paredes que separavam o ambiente, que em 2019 homenageava Bibi Ferreira, foram colocadas abaixo para ampliar o espaço e promover integração. “Fizemos algumas mudanças estruturais, como a remoção de paredes, a diminuição do banheiro, a retirada do carpete, além da disposição luminotécnica. A grande novidade foi a integração do ambiente, sem as paredes originais da suíte”, explica a designer.

Com relação à inspiração, a designer de interiores diz que buscou referências nas sensações que o teatro proporciona. “Pensando na energia, alegria e vibração que o teatro promove, procurei usar o laranja no primeiro ambiente do living, uma cor que estimula a criatividade e que representa a empolgação de todos que fazem o evento acontecer, ao verem o teatro presencial voltar para a vida das pessoas, como em uma cortina que lembra as cortinas dos teatros”, comenta. A cor azul, que caracteriza a calma, outro sentimento que a arte oportuniza para o público, foi utilizado em uma segunda parte sequencial do ambiente. “Também utilizei na parede uma obra com revoadas de pássaros na cor, fornecidas pela Black Home Design, que também simboliza a liberdade da arte, do pensamento, do conhecimento”, completa.

A principal ideia de Jordana de Fraga foi contextualizar a euforia do laranja com a transformação do azul, sentimentos que um espetáculo de teatro promove na plateia. Nas paredes e entre as esculturas do local estão obras da artista plástica Janete Mehl. “Não podemos esquecer dos pisos e rodapés, em cinza, da Legno Decor, que permitem fácil limpeza e segurança, pela grande rotatividade de encontros no local, além do piso vinílico da Ruffino”, acrescenta.

Ambiente com cortina laranja lembra as cortinas dos teatros (Créd. Daniel Sorrentino)


Um ambiente que facilitou o trabalho da imprensa

Uma das principais funções do living projetado por Jordana de Fraga foi receber os cafés diários com a imprensa nacional e local, promovidos pela equipe de assessoria de imprensa do Festival de Curitiba com as companhias e artistas. A maior inspiração da designer neste caso foi a de poder proporcionar ambientes para diferentes formas de entrevistas. “Com a consultoria também dos profissionais da loja Black Home Design escolhemos móveis que permitiram uma multiplicidade de pequenos ambientes, pois são 14 dias de evento e a imprensa precisa diferenciar na cobertura”, explica. Um amplo sofá em “L” para entrevistas, poltronas em diferentes texturas e formatos, puffs para possíveis coletivas e uma mesa redonda para reportagens que necessitem suporte de anotações fizeram parte do ambiente. Além disso, um balanço redondo permitiu que influenciadores digitais fizessem suas transmissões de forma descontraída. Destaca-se também no living, um amplo painel decorativo produzido pela Sol Decor, com as capas dos Guias de Programação das três décadas do Festival de Curitiba. As luminárias da Lunaluce Iluminação lembram spotlights dos teatros e dos estúdios de televisão.

Ambiente com sofá em L foi bastante usado para entrevistas em vídeo (Créd. Daniel Sorrentino)

Para finalizar, no banheiro exclusivo, dois lançamentos. Uma cuba invisível da AMX Mármore, que chama a atenção dos convidados e artistas, além do papel de parede especial com estampa de pássaros, que reforça a ideia da liberdade que o teatro, a imprensa e a arte fomentam. “Modificamos toda a antiga suíte do Hotel Mabu, transformando em um living, para poder receber bem todos os artistas e jornalistas que fazem esse patrimônio cultural e imaterial de Curitiba acontecer. É uma honra poder trazer para o Festival de Curitiba a representação da arte do design de interiores nesse projeto”, finaliza Jordana de Fraga.


Ficha Técnica:
Living Festival 30 Anos.
Projeto Jordana Fraga Interior Design – (41) 99800-4243
AMX Mármore – Cuba – @amxmarmoraria – 0800 591-0713
Casa das Plantas – plantas e vasos @casadasplantascuritiba 3272 0565
Black Home Design – Móveis e Tapetes @blackhd_ – 99800 0470
Legno Decor – Piso e Rodapé @legnodecor – 98872 1121
Ruffino – Piso Vinilico @ruffinoacabamentos
Lunaluce Iluminação – trilhos e planos @lunaluceiluminacao
Sol Decor – Papéis de parede, painel decorativo, cortina e persianas @soldecoroficial – 99165 3355
Janete Mehl – Artista Plástica – @janetemehl – 41 99973 0640
Agradecimentos: Anna Kelly e Lisiane Freitas