Conecte-se conosco

Curitibanices

Curitiba triplica geração de empregos em outubro, com 11,7 mil novas vagas

Publicado

em

Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília

 

Curitiba gerou 11,7 mil vagas com carteira assinada em outubro, consolidando a recuperação que teve início em junho. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia nesta quinta-feira (26/11) mostram que o número de empregos criados no mês passado foi praticamente o triplo do registrado em setembro (3,9 mil novas vagas). Em outubro, foram 39.068 admissões e 27.364 demissões. Desde meados do ano o número de contratações tem superado o de baixas na capital.

“Esses números reforçam o movimento de recuperação econômica da cidade do impacto da pandemia de covid-19. Estamos nos esforçando para fazer a cidade voltar a crescer, demos apoio ao setor produtivo, com um plano de retomada, sem descuidar da questão da saúde. Ainda há muito que fazer e desafios a enfrentar, mas os dados mostram que estamos no caminho certo”, disse o prefeito Rafael Greca.

Os setores que mais geraram vagas em outubro foram serviços, com saldo de 7.307 novos empregos, comércio (2.525), indústria (1.473) e construção (399).

Curitiba foi a cidade que mais gerou empregos no Estado, sendo responsável por 35% do saldo total, de 33.008.

Os dados do Caged mostram ainda que o maior saldo positivo de vagas foi entre os trabalhadores que atuam em serviços administrativos, com 3.810 novas empregos; seguidos pelos que atuam na produção de bens e serviços industriais (3.396); e pelos que trabalham em serviços, venda do comércio em lojas e mercados (2.808).

Por faixa etária, os maiores saldos foram entre 18 e 24 anos (5.336), entre 30 e 39 anos (2.240) e 25 e 29 anos (2.061). Por escolaridade, destaque para empregados com ensino médio (7.286), superior completo (1.440) e médio incompleto (1.261).