Ad image

Curitiba terá oficina gratuita de pintura criativa na CAIXA Cultural Curitiba

Oficina com Fabiana Wolf ocorre na quarta-feira (7), das 14h às 16h. As inscrições são gratuitas

Felipe Almeida
3 Min Read

Capa – Obra ‘Depois da queda, atras do muro’. de Fabiana Wolf – Cred José Renato Fonseca, Reprodução

No dia 7 de fevereiro, das 14h às 16h, a artista Fabiana Wolf, que está com a exposição “Sonho Sobre Sóis” em cartaz na CAIXA Cultural Curitiba, promove uma oficina especial gratuita de pintura criativa.

Com vagas limitadas, os participantes terão a oportunidade de experimentar os processos criativos da artista a partir de uma tela que será pintada de forma colaborativa, em que todos serão convidados a explorar movimentos e texturas em diferentes dimensões, através da criação expressiva, a partir de tinta acrílica, óleo, carvão e giz.

As inscrições podem ser feitas pelo link. (conforme disponibilidade).

- Advertisement -

A mostra de Fabiana Wolf traz obras que dizem respeito a todos os inconscientes, abordados com a análise crítica de cenários, passando por temas como a desigualdade social, a exploração das classes trabalhadoras no mundo, a pandemia da Covid 19 e suas consequências, manifestadas em uma tela de 5 metros de altura que representa o obituário de sua mãe e seu padrasto, ambas vítimas do coronavírus.

Obra Depois do Fim, de Fabiana Wolf – Cred José Renato Fonseca, Reprodução

“Sonho Sobre Sóis” fica em cartaz até o dia 31 de março na Galeria Térreo e a visitação é gratuita, podendo ser realizada de terça-feira a sábado, das 10h às 20h, e aos domingos e feriados, das 10h às 19h, na Galeria Térreo. A classificação é livre.

Sobre a artista: Fabiana Wolf começou a pintar na infância, de forma autodidata, e sua pesquisa passa pelo audiovisual, a partir das pinturas e a construção de narrativas dentro da imagem, com técnica que inclui tinta a óleo, acrílica, pastel oleoso e seco, e carvão

Participou de festivais internacionais de cinema no Canadá, Estados Unidos, Grécia, Armênia e Itália e, em 2022, teve sua primeira exposição individual na Galeria São Paulo Flutuante, com curadoria de Regina Boni e Manu Maltez.

As referências de suas obras passam pelo neoexpressionismo, pelo cinema e pela música, com influência visual de William Kentridge, Giacometti, Basquiat, passando pela sonoridade de Villa Lobos, Egberto Gismonti e pelo cinema de Chris Marker, Tarkovsky e Eisenstein.

Share this Article
Posted by Felipe Almeida
Follow:
O Stereo Pop é um blog, criado pelo comunicador Felipe Almeida, que reúne tudo sobre filmes, séries, música, um pouco de games e o universo pop em geral, com uma linguagem despojada e informativa.