fbpx Crítica | Sonic: O Filme | XV Curitiba
Conecte-se conosco

Cinema

Crítica | Sonic: O Filme

Publicado

em

 

Estamos de volta! Depois de alguns bons meses sem postar críticas, estou de volta ao XV Curitiba com as minhas críticas e matérias sobre cinema. A partir de agora tentarei, sempre que possível, trazer minhas resenhas sobre filmes, estreias do mês e conteúdos relacionados a cinema, séries, atores e tudo que envolve esse meio. E bom, volto hoje para falar de Sonic: O Filme. Não tem jeito, a onda de live-actions chegou para ficar no cinema. Quer dizer, se chegou para ficar mesmo, só o tempo dirá, mas que é a moda do momento, isso é sem dúvidas. Antigamente, animações ganhavam nossos corações e faziam parte da infância de muitos. Hoje em dia, numa tentativa de resgatar essa nostalgia, as distribuidoras de filmes estão trazendo essas mesmas histórias, mas agora remodeladas e puxadas para o "real". Afinal, esse é o conceito de "live-action". Algo vivo. 

Bom, temos vários exemplos de histórias que eram animações, se tornaram live-actions e foram um sucesso. E nem preciso parar para pensar muito em quais, elas já aparecem automaticamente na mente: Mogli, Detetive Pikachu, Aladdin, A Bela e a Fera e alguns outros. E também temos aqueles exemplos que não deram certo, e esses são a maioria. Os Smurfs, Garfield, Death Note, Pica Pau, Dragon Ball Evolution e, infelizmente para mim que sou muito fã, Rei Leão. Quando eu soube que iriam lançar Sonic, eu me animei. Afinal, também fez parte da minha infância, eu amava os jogos e as animações do ouriço. Mas, fiquei com aquele receio de estragarem mais uma vez uma história boa que não precisava ser mexida. Na hora, me veio na cabeça o live-action de Pica Pau, que foi, infelizmente, horrível. Fiquei com essa comparação na cabeça. Aí, saiu a primeira versão do trailer, que foi um desastre. O visual estava terrível, tanto que teve toda aquela comoção nas redes sociais sobre o visual do personagem e a direção e produção do filme decidiram voltar atrás. Graças a Deus, porque depois de assistir ao filme no cinema, eu vi que a única coisa que poderia estragar mesmo a história era o visual, porque o filme está surpreendentemente incrível. 

Eu já gostaria do filme naturalmente, mas pelo fato de ter ido ao cinema com pouquíssimas expectativas, foi aí que eu me surpreendi mais. É um filme leve, gostoso de assistir e feito na medida certa para agradar tanto crianças, como adultos. Afinal, a maioria do público que é fã do personagem são os nascidos dos anos 80 e 90, que cresceram com o ápice do jogo da Sega e das animações que vieram com o sucesso. E bom, como eu disse no ínicio do texto, um dos maiores intuitos das distribuidoras na produção destes live-actions é lucrar, com certeza. Mas todas elas sabem (ou deveriam saber) que para conseguir o sucesso que almejam, eles precisam trabalhar para resgatar a nostalgia que as pessoas têm ao consumir conteúdos daquele determinado personagem ou história.

E com Sonic, eles conseguiram. Eu senti uma pontinha de saudade quando o filme começou e as cenas começaram a rolar. Outra coisa que me preocupava, mas que me agradou muito foram os efeitos. Foram bem feitos e produzidos. Algo muito legal também é a dublagem de Manolo Rey. Eu particularmente prefiro filmes legendados, mas animações eu gosto de assistir dublado e prestigiar a dublagem brasileira, que é ótima. Manolo Rey já dublou grandes personagens e atores, como Homem-Aranha, Will Smith, Gaguinho dos Looney Tunes, Fred e Jorge de Harry Potter, o próprio Sonic das animações e agora o Sonic do live-action. Ele deixou o personagem muito divertido e ainda mais nostálgico. Outro ponto para se destacar, é o retorno de Jim Carrey aos filmes. Para muitos e também para mim, ele sempre foi um dos maiores atores de comédia, e devido a alguns problemas pessoais, ele se afastou dos holofotes. Mas, parece que ele está de volta e mandou muito bem como o vilão Robotinik, bem ao estilo Jim Carrey mesmo, intenso, com várias caras e bocas e engraçado. 

Então, para finalizar, o filme está demais e me surpreendeu, de verdade. É divertido, é nostálgico, é entretenimento puro. É ótimo para ganhar o coração de novas gerações, que com certeza começarão a amar o Sonic e também é ótimo para trazer nostalgia e boas sensações para aqueles que cresceram assistindo e jogando o jogo do personagem. É um filme bem família e eu recomendo.

Nota: ☆☆☆☆☆

 

Cadastre-se gratuitamente em nossa newsletter
Cadastre o seu email
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
We respect your privacy
Publicidade