Conecte-se conosco

Colunistas

Cores no visual – Por Mariana Bileski

Publicado

em

Retomando o assunto de cores falado no post da semana passada, de forma prática, há inúmeras formas de colorirmos nossas roupas todo dia. É certo que sim, existem cores que ficam melhores para algumas pessoas que outras. Algumas peles são frias, quentes, neutras. Vivas, opacas; claras e escuras; com alto ou baixo contraste. É possível descobrir qual é sua pele com uma análise de coloração, que é um processo bem interessante que ofereço no meu trabalho. Porém, há também uma forma pra ser colocada em prática já!

Este é o círculo cromático, que vai nos mostrar como combinar as cores. Após muito estudo de cores, foi descoberto que existem três tipos de harmonias possíveis nele: a cromática, análoga e a complementar. A primeira refere-se aos tons diferentes de uma mesma cor. Assim, se combinarmos o tom mais claro, por exemplo, com qualquer um dos tons daquela cor, ficará harmonioso.

Dica ótima pra quem também quer parecer mais esbelta, já que a monocromacia (só uma cor) alonga. Já as cores análogas são as que estão uma ao lado da outra. Elas também sempre combinam! Nem é muito difícil de perceber isso, né? Já as complementares são as cores que ficam em lados opostos do círculo. Elas também sempre ficam bem juntas. Amarelo+roxo, vermelho+verde, azul+laranja e assim por diante. Apesar de ser mais diferente, vale a tentativa pra deixar o visual bem alegre e colorido.

Dicas práticas como estas podem ilustrar conceitos mais subjetivos. Hoje, falo sobre cores. No post passado, também conversamos sobre colorir nossa vida e perceber o preto e branco ao nosso redor. Talvez eu não possa te apresentar uma sugestão de como pintar todo o seu mundo ou das pessoas à sua volta. Mas com um pouquinho de sabedoria, empatia e preocupação com o próximo, talvez, possamos fazer com que nossa cor invada até mesmo o mundo dos outros.

Publicidade