Morre ciclista de Curitiba que foi socorrida por enfermeira após acidente na Serra do Mar

XV CURITIBA
3 Min Read
Foto: Reprodução

No último domingo, a comunidade de Curitiba foi abalada por uma tragédia que repercutiu na vida de muitos. Maria Claudete de Carvalho, uma entusiasta do ciclismo de 64 anos, teve sua jornada interrompida prematuramente após um acidente fatal de bicicleta na BR-277, enquanto descia a Serra do Mar em Morretes. A queda, ocorrida na manhã do dia 10, levou-a a ser internada em estado crítico no Hospital Cajuru, em Curitiba, onde, infelizmente, sua morte foi confirmada na quarta-feira, dia 13.

A paixão de Maria Claudete pelo ciclismo era conhecida entre seus amigos e familiares. Nas redes sociais, o luto se misturou à homenagem, com amigos partilhando lembranças e expressando a falta que a ciclista fará. Uma amiga próxima destacou: “Claudete, excelente pessoa tive o privilégio de conhecer e pedalar com ela. Pedal era sua vida”. Este sentimento ecoa o quão significativa ela era para a comunidade ciclística e para todos que tiveram a sorte de cruzar seu caminho.

No dia fatídico, Claudete fazia parte de um grupo de cerca de 40 ciclistas que enfrentavam o desafio da Serra do Mar. Seu acidente ocorreu quando, por razões ainda não totalmente esclarecidas, perdeu o controle de sua bicicleta e sofreu uma queda severa. A gravidade do impacto foi tal que seu capacete se quebrou, e ela teve uma parada cardiorrespiratória imediata. A pronta resposta de um casal, que por acaso passava pelo local, deu início aos esforços de socorro, com a mulher, enfermeira, iniciando os primeiros socorros. A Polícia Rodoviária Federal, chegando em seguida, tomou parte no esforço contínuo de reanimação até que o suporte avançado de vida chegasse e conseguisse restaurar seus sinais vitais antes de levá-la ao hospital.

Apesar dos esforços incansáveis para salvar sua vida, Maria Claudete não resistiu, deixando uma comunidade em luto e uma família desolada, que, em um ato de generosidade em meio à dor, autorizou a doação de seus órgãos. A Secretaria de Esporte de Curitiba também manifestou seu pesar, recordando-a não apenas como ciclista, mas como amiga, aluna, parceira e atleta-guia. Sua morte não apenas deixa um vazio na comunidade, mas também serve como um lembrete sombrio dos riscos associados ao esporte que amava e do valor inestimável da solidariedade e do apoio mútuo em momentos de crise.

Share this Article
Posted by XV CURITIBA
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.