Athletico Paranaense inicia quitação da dívida da Ligga Arena

XV CURITIBA
4 Min de leitura
Foto: Reprodução/ José Tramontin/ athletico.com.br

Na manhã de terça-feira (18), o Athletico Paranaense anunciou um importante avanço financeiro: o pagamento da primeira parcela da dívida referente à reforma da Ligga Arena, no valor de R$ 67.662.706,35. Este pagamento marca um ponto significativo na resolução do impasse judicial que cercava o estádio, utilizado como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. A solução para o imbróglio veio em julho de 2023, com a homologação de um acordo entre o clube, o governo do Paraná e a Prefeitura de Curitiba.

O valor foi pago utilizando recursos próprios do Athletico e fundos provenientes do contrato de naming rights com a Ligga Telecom, empresa que adquiriu os direitos de nome do estádio. Este acordo com a Ligga Telecom, que rende R$ 13,3 milhões anuais ao clube, foi essencial para viabilizar o pagamento da dívida. Além disso, antes dessa parcela, o Athletico já havia pago uma entrada de R$ 50 milhões, reduzindo o saldo devedor para aproximadamente R$ 68.337.293,70, a serem quitados nos próximos 14 anos.

O clube ressaltou em nota que o montante de R$ 67 milhões foi pago sem o uso de recursos provenientes da comercialização do potencial construtivo, cuja responsabilidade é da Prefeitura de Curitiba. “Esperava-se que a comercialização das cotas de potencial construtivo gerasse, ao menos, 20 milhões de reais, aliviando significativamente o montante a ser desembolsado pelo CAP. Infelizmente, tal expectativa não foi atendida, o que resultou na necessidade de utilização integral dos recursos próprios”, explicou o clube em comunicado.

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), a reforma da Arena da Baixada custou R$ 346,2 milhões, dos quais R$ 291 milhões foram financiados pela Fomento Paraná. No entanto, após a inclusão de juros e multas moratórias aprovados pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), a dívida total atingiu cerca de R$ 590 milhões. Com a aplicação completa dessas cláusulas, o valor poderia escalar para impressionantes R$ 1,2 bilhão.

O acordo estabelecido entre o Athletico, o governo estadual e a Prefeitura de Curitiba definiu que o clube pagaria um valor inicial de R$ 50 milhões. Os R$ 136 milhões restantes seriam parcelados ao longo de 15 anos. Com a primeira parcela de R$ 67 milhões já paga, o saldo devedor agora é de aproximadamente R$ 68 milhões. Assim, o compromisso total do clube chega a R$ 186 milhões, sem contar os juros adicionais do parcelamento.

Além da parte do Athletico, o governo do Paraná e a Prefeitura de Curitiba também têm responsabilidades financeiras, cada um comprometido a pagar cerca de R$ 75 milhões. A Prefeitura de Curitiba fará seu pagamento por meio de títulos precatórios, com um valor reduzido para R$ 43,3 milhões, devido a deduções relacionadas a desapropriações e ao prédio de imprensa da Arena. O governo estadual efetuará o pagamento diretamente ao Fundo de Desenvolvimento Estadual (FDE), que por sua vez, abaterá a quantia da dívida do Athletico junto à Fomento Paraná.

Compartilhe o artigo
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.