Após declarar em áudio vazado que votaria pela cassação de Freitas, Márcio Barros pede pra sair do Conselho de Ética da Câmara de Curitiba

XV CURITIBA
1 Min de leitura

O vereador Jornalista Márcio Barros (PSD) solicitou seu desligamento do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa. O requerimento foi apresentado nesta segunda-feira (25)à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Curitiba, após o vereador ter áudios vazados sobre sua posição no julgamento do vereador Renato Freitas (PT), acusado de invadir a Igreja do Rosário no dia 5 de fevereiro.

No áudio, o vereador afirma o seu voto e de outros três membros do conselho a favor da cassação de Freitas e sugere que seja feita pressão para que a vereadora Noemia Rocha (MDB) também vote pela cassação.

De acordo com Barros, o pedido de desligamento é para manter a integridade do julgamento do vereador do PT.

A defesa de Renato Freitas, baseado no conteúdo dos áudios, protocolou também na segunda-feira (25), um pedido junto ao Conselho de Ética solicitando o afastamento de Márcio Barros por suspeição e também a nulidade de todo o procedimento administrativo.

 

Compartilhe o artigo
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.