fbpx
Conecte-se conosco

Curitibanices

Adolescentes contratados como aprendizes recebem boas-vindas do Prefeito

Publicado

em

Quinze adolescentes que começaram a trabalhar como aprendizes na Prefeitura de Curitiba foram recepcionados pelo prefeito Rafael Greca, nesta segunda-feira (25/11), no primeiro dia de trabalho. Outros 39 jovens que já são aprendizes em órgãos da administração municipal, desde janeiro, também participaram do encontro, no Salão Brasil do Palácio 29 de Março.

O evento de boas-vindas foi um pedido do prefeito. “É uma alegria recebê-los no Palácio Solar 29 de Março. Acolhemos a todos com felicidade porque a Prefeitura é uma escola”, disse Greca.

Ele lembrou que também entrou na Prefeitura como estagiário, na gestão do então prefeito Jaime Lerner. “Estudei bastante, aprendi e, sempre com a vontade de servir Curitiba, me tornei engenheiro urbanista”, contou.

Greca destacou que Curitiba acredita nos jovens e desejou que os novos contratados tenham a chance de aprender, entrar em uma faculdade e, se quiserem, prestar concurso público para se tornar um servidor do município.  

Qualificação

Durante o encontro, transformado em um momento de motivação, o presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Thiago Ferro, – responsável pela política do Trabalho e Emprego no município – destacou a importância da oportunidade, da continuidade dos estudos e da qualificação profissional para que os adolescentes tenham sucesso no mercado de trabalho.

João Paulo de Lima Robes, 16 anos, é um dos adolescentes contratados. Estudante do 9º ano do ensino fundamental, ele vai trabalhar na Rua da Cidadania CIC.

“Estou ansioso, mas sei que vai ser muito bom, principalmente porque terei um salário”, disse João Paulo, que conquistou o primeiro emprego.

Os servidores responsáveis pela orientação dos aprendizes durante toda a jornada do Programa de Aprendizagem também participaram do evento.

Cota social

Dos adolescentes que participaram do evento, 21 foram admitidos por cota social da aprendizagem, modalidade prevista no Decreto Federal 8.740/2016, que permite que empresas que não podem ter aprendizes, por possuírem principalmente ambientes inadequados para este fim, possam contratar e encaminhar adolescentes para órgãos públicos.

No grupo estão 15 meninos e meninas contratos pela Ecosystem Serviços Urbanos Ltda, prestadora de serviços de limpeza urbana, e seis encaminhados pela Itaipu Binacional.

Esta é primeira vez que a Prefeitura emprega aprendizes por cota social.

Com a parceria, as empresas contratam e ficam responsáveis pelo pagamento dos salários, encargos e benefícios, enquanto a Prefeitura recebe os adolescentes para a aprendizagem prática.

No caso dos adolescentes admitidos pela Ecosytem, a aprendizagem teórica é feita pelo Senai – Unidade CIC, e dos jovens vindos da Itaipu, na Associação de Educação Familiar e Social do Paraná (AEFS/PR).

Na Prefeitura, os adolescentes, que têm de 14 a 18 anos, trabalham nos setores administrativos das regionais, nos Núcleos da FAS, Liceus de Ofícios, postos do Sine, e nas secretarias da Saúde e do Esporte, Lazer e Juventude. Eles recebem um salário de R$ 636,00 e vale-transporte.

Cadastre-se gratuitamente em nossa newsletter
Cadastre o seu email
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
We respect your privacy

Comments

comments

Publicidade

NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

PARCEIROS

MAIS LIDAS