Conecte-se conosco

Notícias

Adélio pode ter pena reduzida após parecer do MPF

Publicado

em

Nesta terça-feira (09) o procurador Marcelo Medina, do Ministério Público Federal em Juiz de Fora (MG) enviou à Justiça Federal as conclusões sobre o estado mental de Adélio Bispo de Oliveira, que deu uma facada no presidente Jair Bolsonaro.

O parecer é mantido em sigilo, mas segundo a TV Globo o parecer conclui que Adélio é semi-imputável, isto é, pode ser enquadrado criminalmente, mas com redução de pena.

“O parecer do Ministério Público Federal em Juiz de Fora concluiu que o autor da facada em Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral, Adélio Bispo, é semi-imputável. Isso quer dizer que, para o MP, Adélio Bispo pode ser enquadrado criminalmente, mas com redução de pena, em razão de transtornos mentais apontados em laudos médicos”, diz a TV Globo.

 

Ainda antes da Justiça Federal decidir sobre a imputabilidade de Adélio, ela deverá analisar a posição de Jair Bolsonaro sobre se ele pode ou não ser punido criminalmente com prisão. E também deverá ouvir a defesa de Adélio, que busca provar que ele não tinha entendimento suficiente para saber que cometia um crime e não tinha capacidade de se conter ao tentar matar Bolsonaro.

Informações do O Antagonista e G1.

 
 
 
 

Cadastre-se gratuitamente em nossa newsletter
Cadastre o seu email
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
We respect your privacy

Comments

comments

TOPS DA SEMANA

Copyright © 2012 XV Curitiba