Campanhas Novembro Azul e de Prevenção ao Diabetes ganham as ruas de Curitiba

XV CURITIBA
4 Min Read
Curitiba adere à campanha Coração Azul, de combate ao tráfico de pessoas. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

A partir desta quarta-feira (1/11) até o dia 19 de novembro, Curitiba ganha um tom especial. A Prefeitura vai iluminar nove pontos da cidade com a cor azul para marcar a campanha Novembro Azul, dedicada à saúde do homem, e chamar a atenção para a importância da prevenção da diabetes.

Ganharão iluminação azul durante esse período o Portal de Santa Felicidade; o Museu do Automóvel no Parque Barigui; a Casa da Praça do Japão; o Monumento da Praça 29 de Março; o Obelisco da Praça 19 de Dezembro; o Museu Municipal de Arte (MuMA); as Ruas da Cidadania do Boqueirão, Portão e Pinheirinho; e a Torre de Cronometragem no Parque Náutico.

A iniciativa visa conscientizar a população sobre a saúde masculina e a importância do diagnóstico precoce de doenças, como hipertensão, diabetes e o câncer de próstata. O azul é a cor alusiva a essas campanhas, que buscam incentivar os homens a cuidarem de sua saúde e realizarem exames regulares.

Diabetes

A Federação Internacional de Diabetes e a Organização Mundial da Saúde definiram o dia 14 de novembro como Dia Mundial do Diabetes e a cor azul como seu símbolo. O objetivo é alertar a população sobre a importância da prevenção da diabetes, uma doença crônica que, se não for tratada e controlada adequadamente, pode resultar em complicações graves para a saúde.

A doença pode ser prevenida e controlada com a adoção de um estilo de vida saudável, incluindo alimentação equilibrada, a prática de atividade física regular e o acompanhamento de saúde em sua unidade de referência.

O médico endocrinologista da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Aléxei Volaco, destaca que os principais sintomas de diabetes mellitus são muita sede, excesso de urina, boca seca, muita fome e perda de peso.

“É importante destacar que o diabetes mellitus, na maioria das vezes, apresenta-se de forma assintomática, portanto, é crucial ter um acompanhamento médico a partir dos 45 anos para todos, devendo-se realizar o exame de glicemia, disponível nas unidades de saúde”, relatou Aléxei.

O médico ressalta que entre os principais fatores de risco estão o excesso de peso associado a antecedentes familiares, histórico de hipertensão e ocorrência de diabetes durante a gestação.

“É essencial considerar esses fatores para realizar exames antes dos 45 anos” completou Aléxei.

Atualmente, a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba (SMS) mantém um sistema de monitoramento contínuo do controle metabólico do diabetes. O principal parâmetro deste controle é o exame da hemoglobina glicada, que é considerado ótimo quando está abaixo de 7%, minimizando o risco de complicações crônicas de longo prazo, principalmente em rins, olhos, nervos e coração. Atualmente, 50% dos usuários do SUS de Curitiba apresentam este controle metabólico.

Quando se trata de cuidar das pessoas com diabetes, o Sistema Único de Saúde (SUS) é um aliado fundamental. Atualmente, cerca de 70 mil pessoas são monitoradas pelo SUS Curitibano, sendo que 62 mil deles já foram diagnosticados com diabetes, enquanto 8 mil estão em fase de pré-diabetes.

Novembro Azul

A iluminação dos pontos da cidade de azul serve como um lembrete visual para a população sobre a necessidade de cuidar da saúde e buscar a prevenção.

O Novembro Azul é uma oportunidade para todos se unirem na conscientização sobre a saúde do homem e a prevenção do diabetes, contribuindo para uma comunidade mais saudável.

 

 

Share this Article
Posted by XV CURITIBA
Follow:
O Portal XV Curitiba é um dos principais sites de notícias de Curitiba, capital do Paraná. Reconhecido por seu compromisso com a verdade e a integridade jornalística, o portal se dedica a cobrir todas as facetas da vida na cidade.