O funcionário que fazia a segurança do Sindicato das Empresas de Segurança do Paraná (Sindesp-PR) foi morto com dois tiros na cabeça, no portão em frente à sede da entidade em Curitiba.
 
O crime aconteceu no bairro Parolin, por volta das 15h30 desta terça-feira (27). Não se sabe o que aconteceu exatamente, se foi um assassinato ou tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) que tirou a vida do homem de apenas 43 anos.
 
O corpo da vítima foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) e a Polícia Civil faz a apuração do caso. Há suspeita de que dois homens tenham feito os disparos.
 
Atualizado
O Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Paraná informa que o vigilante Nelson Alfredo da Silva foi morto na tarde de ontem (27) por dois homens não identificados, na sede do Sindicato, localizada no Parolin. O Sindesp-PR lamenta a morte do vigilante e deseja condolências à família. Esclarece ainda que tomou as providências necessárias junto à Polícia Civil para que o crime seja esclarecido.

Comments

comments