Últimos dias para visitar mostra interativa sobre Oscar Niemeyer no MON

“Oscar Niemeyer: Vida e Obra – arquitetura é invenção” fica em cartaz até o próximo domingo, 29/01

O Museu Oscar Niemeyer (MON) encerra a exposição “Oscar Niemeyer: Vida e Obra – arquitetura é invenção” no dia 29 de janeiro, domingo. A mostra está aberta para o público desde 29 de setembro de 2016 e recebeu mais de 90 mil pessoas neste período.

“Vida e Obra – arquitetura é invenção” é completamente interativa e usa tecnologia para apresentar as fases da arquitetura de Niemeyer, os diferenciais de sua obra e sua visão humanista. A mostra conta com os principais projetos assinados pelo arquiteto, inclusive os que ainda não foram lançados, e apresentará os destaques de sua carreira.

Em parceria com a Fundação Oscar Niemeyer, a exposição foi idealizada pela YDreams Global, que assina a concepção expográfica e produção multimídia; e da Cuckoo Brand Experience & Marketing, proponente do projeto, responsável pela cenografia e por trazer o projeto para Curitiba.

Sobre Oscar Niemeyer

Oscar Niemeyer nasceu no Rio de Janeiro em 15 de dezembro de 1907 e morreu em 5 de dezembro de 2012, aos 104 anos. É considerado um dos maiores nomes da arquitetura moderna internacional.

Na década de 1940, Niemeyer projetou o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais, sob encomenda do prefeito Juscelino Kubitschek, construído entre 1942 e 1944. Nos anos 1950 foram construídos os edifícios que incluiriam Niemeyer definitivamente na história da arquitetura nacional e o projetariam internacionalmente: os primeiros prédios de Brasília, como o Congresso Nacional, o Palácio da Alvorada, a Praça dos Três Poderes e a Catedral.

No Brasil, em 1980, Oscar Niemeyer prestou uma homenagem ao amigo dos tempos da construção de Brasília, Juscelino Kubitschek, com a construção do Memorial JK. Nove anos depois foi a vez do Memorial da América Latina, um marco em São Paulo que celebra laços latino-americanos.

Em 1994 passou a ser também o arquiteto de espaços voltados à arte, como o Museu de Arte Contemporânea de Niterói (RJ), e novamente dos espaços democráticos, como a sede da Ordem dos Advogados do Brasil, em Brasília (1998). Autor de inúmeros projetos, alguns estão entre os mais importantes: Parque do Ibirapuera (São Paulo, 1951); a sede do Partido Comunista Francês (Paris, 1965); a Escola de Arquitetura de Argel (Argélia, 1968); a sede da Editora Mondadori em Milão (Itália, 1968); e a sede do jornal L Humanité, Saint-Denis (França, 1987).

 

Serviço:

Encerramento da mostra “Oscar Niemeyer: Vida e Obra – arquitetura é invenção”
Até 29 de janeiro de 2017, domingo
Ingresso: R$ 12 e R$ 6 (meia-entrada)
Terça a domingo, das 10h às 18h
Quarta Gratuita, das 10h às 18h

Retirada de ingressos: até 17h30

www.museuoscarniemeyer.org.br

 

Comments

comments

Deixe um comentário