Um mecânico, de 47 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra uma menina, de 12 anos, foi preso pela Polícia Civil de Almirante Tamandaré, na manhã desta segunda-feira (23/04). O investigado foi detido em seu local de trabalho, uma empresa de transporte situada na Avenida Doutor Eugênio Bertolli, no bairro Santa Felicidade, em Curitiba.

O suspeito foi preso após o cumprimento de um mandado de prisão temporária – válida por 30 dias – expedido pela 1ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré, decretada após uma sequência de investigações iniciadas no mês de abril que constataram os abusos.

O homem e sua esposa possuíam a guarda legal da criança que estava em processo de adoção. De acordo com informações apuradas pela polícia, a mãe adotiva da criança descobriu a violência depois que a menina relatou a ela que estava sendo molestada pelo suspeito desde os seus 10 anos de idade.

“Assim que tivemos conhecimento sobre os fatos, depois que a mãe adotiva da menina denunciou o caso à polícia, iniciamos as diligências solicitando então um mandado de prisão temporária contra o investigado”, disse o delegado-titular da Delegacia de Almirante Tamandaré, Tito Lívio Barichello.

A criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar. Um laudo psicológico confirmou a violência sexual. Ao ser preso, o homem não esboçou reação e preferiu permanecer em silêncio.

O suspeito responderá pelo crime de estupro de vulnerável. Caso seja condenado poderá pegar uma pena de oito a 15 anos de reclusão. Ele permanece preso à disposição do Poder Judiciário.

Comments

comments