Equipe contratada pela Secretaria Municipal de Obras Públicas está construindo a ponte de concreto que vai substituir a antiga, de madeira, na Rua Vitorino Kaviski, no Bigorrilho. Com as chuvas intensas do primeiro trimestre, a ponte de madeira não resistiu e cedeu.

Além da pista para o tráfego de veículos haverá uma passarela para a passagem dos pedestres para evitar que eles tenham que dividir espaço com os carros. Este conjunto tornará a ponte mais larga que a anterior.

Na etapa atual, seguem as escavações na Rua Vitorino Kaviski, via bastante utilizada pelos motoristas que vêm da Rua Jacarezinho e querem acessar a Padre Agostinho.

"Sempre que possível, fazemos as pontes em concreto, em substituição às de madeira, principalmente em regiões que têm grande tráfego como é o caso da Vitorino Kaviski", explica o gerente de conservação do Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria de Obras Públicas, o engenheiro civil Donato Ciorcero.

O trabalho é possível devido à parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), do Governo do Estado, que está fornecendo parte do material, como as vigas pré-moldadas. "Nós fazemos a fundação, as escavações e garantimos a mão de obra necessária", diz Donato.

Morador da região próxima à Rua Vitorino Kaviski há 30 anos, o aposentado Imay Takeo acredita que com os trabalhos que estão em andamento, a ponte vai voltar ao lugar certo.

A expectativa de conclusão é de 90 a 120 dias. Enquanto durarem os trabalhos, os motoristas devem buscar caminhos alternativos.

Comments

comments