Uma fiscalização da Rede de Proteção Animal realizada com apoio da Guarda Municipal resultou na apreensão de dois cavalos utilizados para tração na tarde desta terça-feira (30/10). Com esta operação, já foram recolhidos 41 animais em situação semelhante de maus tratos e desrespeito à legislação.

O caso desta terça aconteceu no bairro Cajuru, no Jardinete Coronel Almir Silva. O grupo que explorava os animais já vinha sendo monitorado pela fiscalização, além de ser alvo de denúncias da população via Central 156.

Os animais ficam sob a guarda da Rede de Proteção Animal até serem encaminhados para adoção responsável.

É lei

A tração animal para transporte de cargas é proibida em Curitiba desde 2015, quando foi sancionada a Lei 14.741 de 27 de outubro daquele ano. Em janeiro de 2018, o prefeito Rafael Greca assinou o decreto que regulamenta o texto da legislação, que prevê multa e apreensão dos animais.

O diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo, lembra que a proibição da prática leva em conta o peso, as jornadas extenuantes e a dieta inadequada à qual, muitas vezes, os animais são submetidos. “Além disso, existiria o risco de lesões provocadas pelo não uso ou pelo mau uso de ferraduras”, reforça.

A Rede de Proteção Animal pede que a população ajude a denunciar situações semelhantes de desrespeito à lei via Central 156.

Comments

comments