Uma quadrilha interceptou e explodiu um carro-forte na noite desta quinta-feira, 10, na Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), em Miracatu, no Vale do Ribeira, no interior de São Paulo.

Os criminosos fizeram disparos de fuzil para obrigar o veículo a parar. Um vigilante foi ferido de raspão por um tiro na cabeça. O bando conseguiu fugir com o dinheiro. Dois carros usados no assalto foram queimados em uma estrada rural. Após a ação, a rodovia chegou a ser totalmente interditada.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro-forte da empresa de transporte de valores Protege seguia de Curitiba para São Paulo, quando começou a ser perseguido por três veículos com os assaltantes.

Na tentativa de escapar, na altura do km 402, o motorista passou sobre o canteiro central e foi para a pista contrária, mas acabou alcançado. Sob forte tiroteio, os vigilantes deixaram o veículo e se refugiaram no mato.

Os criminosos usaram explosivos para arrombar o cofre. A força da explosão destruiu o veículo. Imagens de uma câmera de monitoramento da rodovia mostram os assaltantes, de roupas escuras, transportando o dinheiro para os carros usados na fuga. Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito tinha sido preso

A polícia encontrou dois carros, supostamente usados no assalto, queimados em uma estrada rural de Juquiá, município da região. A Protege informou que o segurança ferido passa bem e que providenciou a remoção do carro-forte avariado.

 

 

Comments

comments