A Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP-Mobilidade/Ippuc) publicou nesta quarta-feira (25/7) o resultado da licitação para a escolha da empresa que será contratada pela Prefeitura de Curitiba para construir a trincheira da Avenida Nossa Senhora da Aparecida, no cruzamento com a Rua General Mário Tourinho, no bairro Seminário. O contrato entre a Prefeitura e o consórcio TCE Engenharia Ltda com a Construtora Triunfo S.A. será assinado nos próximos dias e a expectativa é que a obra comece ainda em agosto.

Depois da assinatura do contrato, a empresa deverá providenciar a licença de operação, o alvará de construção e o Plano de Gestão de Resíduos da Construção Civil para que, em conjunto com os técnicos da Prefeitura, seja definido o plano de trabalho detalhado para o andamento das obras (plano de ataque).

O plano a ser apresentado pela empresa deve estar de acordo com os critérios definidos no edital de licitação elaborado pela Prefeitura e precisa ser aprovado pela Secretaria de Obras Públicas, que emitirá a ordem de serviço e fiscalizará o andamento das obras.

Ilustração:IPPUC

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reunião pública

Antes do início da construção da trincheira, moradores e comerciantes serão convidados para participar de uma reunião pública onde serão esclarecidas dúvidas a respeito do andamento dos trabalhos. A previsão de conclusão da obra é de 300 dias ou dez meses.

A implantação da trincheira foi a solução escolhida devido ao grande volume de tráfego, especialmente na Rua Mário Tourinho. Ela será em desnível, para eliminar os pontos de conflito e aumentar a capacidade de escoamento dos veículos.

A passagem inferior será sob a Avenida Nossa Senhora Aparecida, numa extensão de aproximadamente 690 metros. A nova trincheira vai ampliar a capacidade e a velocidade da Linha Direta Inter 2 (ligeirinho) e Interbairros II, que juntas transportam 150 mil passageiros por dia.

As obras previstas incluem terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização, iluminação, remanejamento de rede elétrica, paisagismo.

Quando estiver pronta, a expectativa é de que 41 mil veículos passarão pela Mário Tourinho. Na Nossa Senhora Aparecida, o cálculo é de que serão 15,6 mil veículos diariamente.

O consórcio vencedor ofereceu desconto de 10,12%, ou seja, R$ 1,4 milhão a menos em relação ao valor máximo previsto, que era de R$ 13,8 milhões. O custo da obra será de R$ 12,4 milhões e os recursos virão do Ministério das Cidades, do Programa de Mobilidade Urbana e Transportes, através da Caixa Econômica Federal.

Comments

comments