Um homem de 36 anos foi preso na tarde de segunda-feira (25), suspeito de estuprar duas meninas de seis e 10 anos, em Apucarana. De acordo com o delegado José Aparecido Jacovós, os abusos ocorreram na época em que o casal morava junto. Atualmente, eles estão separados.

Segundo Jacovós, os estupros foram confirmados mediante exames de corpo de delito e também depoimentos das duas crianças que relataram várias situações e ainda forneceram detalhes de como os abusos ocorreram.

"Está devidamente documentada pela investigação da delegacia da mulher, essa questão dos abusos contra as enteadas. Não há condição de uma criança relatar circunstâncias como estas. A polícia não tem nenhuma dúvida que os abusos aconteceram", assinalou.

O delegado destaca ainda, que o MP (Ministério Público) solicitou a prisão preventiva do homem por conta das evidências e da gravidade da situação.

O suspeito ainda tem um filho de 2 anos com a mãe das vítimas. Contudo, não surgiram sinais de que a criança foi estuprada pelo pai biológico.

Jacovós recordou que neste ano ocorreram várias prisões de suspeitos de estupro em Apucarana. "Essas pessoas não têm nenhum escrúpulo e obviamente isso causa revolta na sociedade. A lei no Brasil é bastante clara, nesses casos as penas são bastante rigorosas e passam de 15 anos de prisão", assinala.

Às infirmações são da Catve

 

 

Comments

comments