Policias civis cumpriram o mandado de prisão na manhã desta segunda-feira (11/06), contra um homem, de 46 anos, no bairro Pinheirinho, em Curitiba. O homem é acusado (condenado a 10 anos) pelo crime de estupro de vulnerável, caso que aconteceu em 2005, contra uma menina de 5 anos.

Segundo a investigação, o suspeito era amigo do avô da criança e numa das visitas teria se aproveitado da ausência do avô e cometido o crime. Ainda de acordo com os depoimentos, inclusive da mãe da criança, o indivíduo teria ejaculado na roupa da menor.

A própria criança teria contado para a mãe, que fez o boletim de ocorrência na época e mandou as roupas usadas no dia do abuso para a perícia. O laudo na época confirmou a presença de sêmen e em janeiro deste ano, o suspeito foi julgado e condenado a 10 anos de reclusão, desde então, era considerado foragido da Justiça.

“Na delegacia, o homem que atualmente é casado, negou os fatos, mas foi desmentido pela própria mãe e o irmão, que se enrolou no depoimento, complicando ainda mais a vida do homem. A noiva também foi ouvida na ocasião, mas disse desconhecer que o noivo praticava tais tipos de delitos”, contou Rinaldo Ivanike, delegado que cuida do caso.

O homem já tinha outras passagens pela polícia, pelo mesmo crime. Agora, ele aguarda transferência para o Sistema Prisional.

Comments

comments