A Polícia Científica do Paraná confirmou para a Prefeitura que dois casos de mortes ocorridas recentemente em Curitiba não foram causados por hipotermia (diminuição radical da temperatura corporal), como se chegou a cogitar.

Os casos ocorreram em maio, um óbito decorreu de edema, outro, de enfarte.

Reforço nos cuidados
Com a previsão meteorológica de mais frio para os próximos dias, a Prefeitura intensificou o serviço de abordagem social a pessoas em situação de rua, principalmente no período da noite.

Além das equipes do Centro de Abordagem 24 horas da Fundação de Ação Social (FAS), que atendem às solicitações de atendimento que chegam à Central 156, outras sete equipes, formadas por assistentes e educadores sociais, percorrerão a cidade para a busca ativa de pessoas que estejam em situação de risco nas ruas.

Os assistentes fazem a abordagem e oferecem local para elas passarem a noite. Mas a decisão de aceitar a oferta cabe às pessoas que estão em situação de rua. Por lei, elas não podem ser forçadas a sair do local onde estão.

Comments

comments