A Guarda Municipal prendeu na tarde desta quinta-feira (28/6) um suspeito de receptação de material furtado de semáforos. O homem de 47 anos estava com peças de equipamentos de, pelo menos, cinco semáforos da cidade. Fios de cobre e partes de luminárias públicas também foram encontradas com ele, que é responsável por um ferro-velho no bairro Parolin. O local foi autuado pela Secretaria Municipal do Urbanismo, por falta de alvará.

A prisão teve o apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Guarda Municipal e foi realizada após investigação do setor de inteligência da Secretaria da Defesa Social e Trânsito. “O material estava na residência do suspeito. Outros materiais encontrados no local serão analisados, para verificar se é fruto de outros crimes”, informou o diretor da Guarda Municipal, Odgar Nunes Cardoso.

De acordo com ele, há um  trabalho integrado em desenvolvimento com a Polícia Civil para identificação e prisão de envolvidos em outros episódios de crime contra o patrimônio público municipal.

Entre as peças recuperadas e identificadas por técnicos da prefeitura há placas que fazem a programação do sinal e placas de potência dos semáforos. “Tudo isso agora vai para um laboratório para ser testado e ver o que será possível recuperar”, contou a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

Furtos em série
Na última semana, foram furtdos dez controladores de semáforo, todos na região da Linha Verde, entre os bairros Xaxim e Parolin. Ainda são nove cruzamentos com semáforos apagados por motivo de furto de equipamentos que compõem os semáforos: BR-476 com acesso à Marechal Floriano; Marechal Floriano com Avenida da República; Marechal Floriano com Eduardo Polak; Omílio Monteiro com Roberto Faria; Marechal Floriano com Plácido e Silva; Roberto Faria com Major Vicente de Castro; Marechal Floriano com Baltazar Carrasco dos Reis; João Soares Barcelos com Sônia Maria; e BR-476 com Leonel França. 

Prevenção e reforço
Agentes de trânsito têm orientado os motoristas no período das 6h às 20h, enquanto é providenciada a troca dos equipamentos. Guardas municipais têm feito rondas e intensificaram o trabalho preventivo na região. A população pode colaborar informando sobre atos de vandalismo ou se souber de possíveis compradores desses materiais, os chamados receptadores, que também contribuem com o crime. Os telefones são: 153 (Guarda Municipal) e 190 (Polícia Militar).

Comments

comments