A Guarda Municipal e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagraram uma operação conjunta na noite da última segunda-feira (19) na Linha Verde. Abordagens preventivas ocorreram nas proximidades da Ceasa (Centrais de Abastecimento), no Tatuquara, onde passageiros têm relatado tentativas de furtos e roubos dentro do transporte coletivo. Guardas e policiais posicionaram viaturas na pista para assinalar o local em que os ônibus deveriam encostar, junto ao meio-fio.
 
Fonte: Prefeitura de Curitiba
 
Em duas horas de trabalho foram abordadas 354 pessoas (218 mulheres e 136 homens) em sete ônibus que fazem seis linhas: Janaína/ Pompeia, Caximba/Olaria, Fazenda Rio Grande/Pinheirinho, Fazenda Rio Grande/CIC, Rurbana e Rio Bonito. Não houve prisões. "Temos realizado ações diárias de prevenção a crimes no transporte coletivo com a Patrulha do Transporte Coletivo da Guarda Municipal”, afirmou o secretário municipal da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel. 
 
“A PRF, assim como as polícias Militar e Civil, tem sido um braço importante para estendermos esse trabalho, demonstrando presença ostensiva de segurança pública nos ônibus, estações-tubo e terminais da cidade", definiu o secretário.
 
Em um dos ônibus, assim que um policial anunciou a ação, os passageiros aplaudiram. “É para proteger quem trabalha. É o jeito”, falou a passageira Sílvia Peres, que trabalha em um escritório de advocacia. 
 
“Eu queria ver se alguém ia se arriscar a vir roubar se tivesse isso mais vezes”, opinou o pedreiro Lino Gonçalves. O motorista Alexandre José de Moraes concorda. “Impõe respeito e dá segurança para quem pega o ônibus e também para nós”, afirmou.
 
Em conjunto, Defesa Social e PRF continuarão fazendo ações similares, em dias, locais e horários diferentes.
 
Foto: Levy Ferreira/SMCS

Comments

comments