O prefeito Rafael Greca e a governadora Cida Borghetti assinaram nesta segunda-feira (21/5) um convênio de R$ 116,6 milhões para implantação de dois viadutos e duas trincheiras na Linha Verde. “Agradecemos o apoio da governadora que viabilizou recursos para essa importante obra que irá unir Curitiba e acabar de vez com a divisão da antiga BR. A Grande Curitiba é uma só”, afirmou o prefeito, acompanhado do vice-prefeito e secretário municipal de Obras Públicas, Eduardo Pimentel.

Greca lembrou ainda dois convênios que foram firmados com o governo estadual para a revitalização de vias urbanas e a construção do viaduto do Orleans.

A governadora destacou que as obras de transposição da Linha Verde vão reduzir o tempo de deslocamento dos motoristas, garantindo segurança e qualidade de vida. “Temos uma grande parceria com Curitiba que tem resultado em obras e ações importantes para a cidade, que tanto contribui para o desenvolvimento do Paraná”, afirmou Cida.

Trincheiras e viadutos

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seil) repassará R$ 87,7 milhões para a contratação dos dois projetos executivos de engenharia e execução das obras. A administração municipal entrará com uma contrapartida de R$ 28,8 milhões, referentes às desapropriações necessárias.

O convênio prevê a construção de dois viadutos paralelos ao existente na Avenida Marechal Floriano Peixoto, nas ruas Anne Frank e Tenente Francisco Ferreira de Souza, e suas alças de acesso, que formarão um trinário para ligação entre as regiões do Boqueirão, Rebouças e a Avenida Presidente Wenceslau Braz. Neste trecho, contempla ainda a implantação de uma estrutura metálica no viaduto da Marechal, que será destinada aos usuários do transporte coletivo, interligando a Marechal com a Linha Verde.

Como parte deste convênio, também serão feitas duas novas trincheiras próximas da Estação São Pedro da Linha Verde, formando um binário de vias em sentidos opostos (Rua Omar Raymundo Picheth e Barão do Santo Angelo), que irão ligar as regiões do Xaxim e Capão Raso.

Para o presidente da Câmara Municipal, vereador Serginho do Posto, as obras são resultado da boa relação do Governo do Estado com a Prefeitura. “Essa parceria é fundamental para Curitiba, que precisava de atenção do Estado”, afirmou Serginho.

Com as obras, o tempo de viagem para percorrer os 22 quilômetros da Linha Verde será reduzido em 20%, de 30 para 24 minutos. A previsão de conclusão das obras é dezembro de 2020.

Presenças

Também acompanharam a cerimônia o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Abelardo Luiz Lupion Mello, o diretor-geral do DER, Paulo Tadeu Dziedricki, o presidente da Cohab, José Lupion Neto, além de vereadores e administradores regionais.

Comments

comments