Cento e três pessoas em situação de rua foram atendidas pelas equipes da Prefeitura de Curitiba desde o final da tarde desta sexta-feira (15/6) até a manhã deste sábado (16/6). As temperaturas abaixo dos dez graus contribuíram para o volume de atendimentos. A média é de aproximadamente 60 casos em uma noite de temperaturas um pouco mais elevadas.

Entre as pessoas atendidas está um homem que foi retirado no Canal do Rio Belém, com hipotermia. Ele foi medicado e está na Casa da Acolhida, no bairro Sítio Cercado. Outro homem foi resgatado no viaduto do Boqueirão, e já está com a família em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Por determinação do prefeito Rafael Greca, no início de junho, o serviço de abordagem social a pessoas em situação de rua foi intensificado nas ruas da capital.

Além do trabalho do pessoal do Centro de Abordagem 24 horas da Fundação de Ação Social (FAS), que atendem às solicitações de atendimento que chegam pela Central 156, outras sete equipes, formadas por assistentes e educadores sociais, percorrem a cidade para a busca ativa de pessoas que estejam em situação de risco nas ruas.

A ação intensificada é realizada todas as noites, das 18h às 23h. Nos demais horários, os serviços de busca ativa e abordagem social seguem o cronograma de rotina das equipes da assistência social, realizados durante o dia pelo Centro de Abordagem 24 Horas, na Regional Matriz, e pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e Centros POP, nas outras nove regionais. A ação vai até 15 de setembro.

Para receber as pessoas em situação de rua neste inverno, a Prefeitura também reforçou a estrutura de acolhimento, com o dobro de vagas em relação ao ano passado. Serão 1,2 mil vagas.

Comments

comments