O Tribunal do Júri de Curitiba condenou nesta terça-feira, 5 de junho, um empresário de 64 anos que tentou matar uma travesti em novembro de 2010. Em sessão que começou às 13h30 da segunda-feira e terminou no final da tarde de terça, o réu recebeu pena de nove anos e seis meses de reclusão em regime fechado.

De acordo com a denúncia, o réu tentou matar a vítima após uma discussão sobre a forma de pagamento de um programa. Após atingir a vítima com disparos de revólver, deixou-a em um matagal, com a ajuda de três cúmplices, um deles adolescente (todos absolvidos no julgamento).

Graças ao socorro de um transeunte, que possibilitou pronto atendimento médico, a vítima sobreviveu à tentativa de homicídio.

Comments

comments