Cerca de 80 pessoas que usavam a linha de ônibus Alferes Poli foram abordadas, na manhã e na tarde desta quarta-feira (9/5), em ação da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito para identificar fura-catracas – passageiros que entram no ônibus sem pagar a passagem. Foram identificados 72 fura-catracas, que terminaram a viagem a pé. As abordagens foram no Parolin.

Além dos fura-catracas, a Guarda Municipal localizou três facas, um canivete, uma porção de maconha e insumos para uso da droga. O material foi deixado dentro do ônibus, onde as mulheres puderam permanecer durante a abordagem. Elas tiveram os pertences examinados. Já os homens desceram e passaram por revista pessoal.

“Foi um alerta para essas pessoas que constrangem os motoristas e causam prejuízo ao sistema de transporte. Novas ações podem se repetir”, disse o comandante da Guarda Municipal, Odgar Nunes Cardoso, que acompanhou a ação. Pela manhã, nenhum dos ocupantes do ônibus tinha cartão-transporte. À tarde, até mesmo uma mulher que dispunha do cartão preferiu pular a catraca.

Comandados pelo supervisor Sílvio Aal Júnior, do Núcleo Portão da Defesa Social, os guardas usaram três viaturas e duas motos posicionadas na Rua Antônio Parolin Júnior, de manhã, e na Lamenha Lins, à tarde.

Comments

comments