Curitiba é a primeira cidade do sul do Brasil a ter um rooftop bar. No dia 17 de dezembro, será inaugurado o Gards, localizado no terraço do Pátio Batel. O novo espaço promete proporcionar aos clientes uma nova experiência a cada visita, pois foi idealizado para sempre oferecer novidades, tanto em bebidas, quanto em atrações. Por isso, a expectativa é de que o Gards se torne o mais novo point da cidade, especialmente nos fins de tarde.

Inspirados pelo Skye Bar, do Hotel Unique, em São Paulo, e pelos rooftop bars de Nova York, os empresários Gustavo de Paiva e Pedro Smolka criaram o Gards para conectar pessoas e reunir diversas culturas em um mesmo ambiente.

“Nos últimos tempos, percebemos que a quantidade de bares ao ar livre, ou mesmo na rua, aumentou significativamente em Curitiba, apesar da fama da cidade de ser fria e chover muito. Além disso, focamos em um público que busca fugir das baladas da cidade e que procura ambientes mais descolados para seus finais de tarde e noite, sozinhas ou acompanhadas”, explica Paiva.

Por isso, a coquetelaria é o carro-chefe do Gards, com destaque para a carta de drinques preparados com gin, bebida clássica e versátil, que voltou a ser tendência em bares de todo o mundo. A carta é assinada pelo bartender Gustavo Smolinski, que já trabalhou no James Bar e no Tiger Cocktails. Ele já criou vários drinques autorais e promete sempre apresentar novidades.

O tradicional Gin Tônica, por exemplo, é apresentado em cinco versões que combinam ingredientes surpreendentes, como semente de coentro, folha de limão, lavanda, pimenta do reino, cardamomo e chá de macela. A grande novidade é que o cliente também poderá criar o seu próprio Gin Tônica, escolhendo até três guarnições para combinar com a bebida. O charme especial é que boa parte dessas guarnições, como lavanda, manjericão e outras folhas, estarão plantadas e serão colhidas nos jardins do bar, que compõem a decoração do Gards.

O Gards também pensou no “amigo da vez”, oferecendo diferentes opções de coquetéis sem álcool, batizados de “Drink and Drive”.

Além de drinques autorais e exclusivos, outros clássicos da coquetelaria também fazem parte da carta, entre eles o Aperol Spritz, o Moscow Mule e o Cosmopolitan. “Faremos também uma homenagem aos clássicos curitibanos, com receitas de outros bartenders da cidade, como Igor Bispo (Tiger Cocktails), Rafael Oliveira (De Voleur de Velô) e Angelo Camargo (Kan)”, conta Smolinski

Para os amantes do vinho, o Gards também conta com um wine bar com opções de rótulos vindos de Portugal, Espanha e Itália. Toda a carta de vinhos será servida em garrafa e em taças, para que o cliente possa provar sempre novos sabores e experimentar novas harmonizações. “A carta principal é definida por estes três países, que não representam o mainstream em vinhos no Brasil, mas são reconhecidos mundialmente. Além disso, teremos regularmente um vinho especial à disposição dos clientes. Isso faz parte da estratégia de oferecer ao nosso público uma nova experiência a cada visita”, explica Smolka.

O Gards oferece, ainda, a opção de chope artesanal para completar seu mix único de bebidas. São seis torneiras rotativas, que servem diferentes tipos de chope artesanal da Bastards Brewery. “Assim, os fãs de cerveja também podem experimentar um tipo diferente de chope a cada visita”, reforça.

Os sócios – O empresário Gustavo de Paiva, 24 anos, é designer digital, mas já teve uma produtora de vídeo, uma marca de roupas para crossfit e passou boa parte da infância e da adolescência ajudando o pai no Ceasa de Curitiba. “Foi ali que aprendi a me comunicar, a me relacionar com clientes e a não ter preguiça, afinal, acordar às 3 horas da manhã durante todos esses anos ensina que é preciso esforço para obter resultados”, lembra.

Já o empresário Pedro Smolka, 25 anos, se formou engenheiro civil, mas sempre se viu muito mais empreendedor. Já teve duas empresas de tecnologia, criou aplicativos para celular, trabalhou em um bar/café nos Estados Unidos e foi até motorista de Uber, enquanto se dedicava ao projeto do Gards. “Aproveitei este período como motorista não só para complementar a renda, mas também para divulgar o bar e fazer contatos. Troquei muitos cartões e recebi bons feedbacks dos clientes”, conta.

 

SERVIÇO:

Gards Rooftop Bar

Pátio Batel (Avenida do Batel, 1.868), piso L4.

Aberto de segunda a sexta, das 16h à 1h, aos sábados das 11h à 1h e nos domingos das 11h às 22h.

Comments

comments