Um filme sobre uma espiã russa confrontando o sistema. Eu poderia estar falando do novo filme da Viúva Negra, personagem icônica da Marvel cujo primeiro filme solo está para ser desenvolvido, mas não. Hoje falo do filme Operação Red Sparrow, que conta com elenco de peso, com a atriz Jennifer Lawrence no papel principal e nomes como de Joel Edgerton e Jeremy Irons


A trama acompanha a jovem Dominika Egorova, outrora talentosa bailarina, que se encontra em maus bocados quando é convencida a se tornar uma Sparrow, ou seja, uma sedutora espiã treinada na melhor escola de espionagem russa. Após passar pelo árduo processo de aprendizagem, ela se torna a mais talentosa espiã do país e precisa lidar com o agente da CIA Nathaniel Nash. Os dois, no entanto, acabam desenvolvendo uma paixão proibida que ameaça não só suas vidas, mas também as de outras pessoas.

 


Diferente do que já vimos em ‘Atômica’ e ‘Salt’, este filme não tem cenas de lutas e pancadaria constantes, como geralmente vemos em filmes de espionagem. Ele apresenta uma violência muito mais psicológica do que física, o que não deixa de ser interessante, mas é uma pena caso o que você procure seja um filme de ação. 


Embora o filme apresente uma boa trama investigativa, ele peca em alguns pontos com um filme lento, do qual muitos podem achar monótono. A atriz Jennifer Lawrence, ganhadora de Oscar, parece se sentir à vontade com seu papel e nos traz uma atuação boa e convincente, embora não tenha o mesmo apelo que teve em ‘Mãe!’ e nem a popularidade de ‘Jogos Vorazes’. Joel e Jeremy são atores excelentes e entregam o que deles se esperam. No quesito atuações, o filme está impecável. 


A surpresa maior do filme talvez sejam as cenas de nudez e sexo, justificando a classificação +18 nos Estados Unidos. No Brasil, a classificação será de 16 anos. Vi em uma manchete esta semana e tenho que concordar: podemos dizer que Operação Red Sparrow é o “Cinquenta Tons de Cinza da Espionagem”. 


A direção de arte e fotografia do filme estão excelentes, mas o roteiro se torna cansativo em alguns pontos ao longo das 2 horas e 20 minutos de duração. Embora o filme seja atrativo e interessante de se acompanhar, faltou aquilo do qual o próprio filme foi vende: ação. 


Colocando na balança seus pontos positivos e negativos, Operação Red Sparrow se torna um filme “ok”. O fato é: depende dos seus gostos para considerar o filme bom ou não. Vá ao cinema e tire suas conclusões. 

 

ASSISTA AO TRAILER:

 

Comments

comments