Os atendimentos do Programa Municipal de Castração Gratuita na Regional Cajuru começam nesta segunda-feira (25/6), no Centro da Juventude Vila Audi/União (Rua Lourdes Erzinger Correia, 1.000, Uberaba). A unidade móvel onde são feitas as cirurgias ficará estacionada no local até o dia 13 de julho, com a previsão de promover 600 castrações.

É a terceira vez que o programa, que completa um ano no fim de julho, passa pela região. Nos primeiros dez meses de atividade ( de julho de 2017 a maio de 2018) foram feitas 15,3 mil castrações de cães e gatos em Curitiba. Além dos dois castramóveis – veículos adaptados para os procedimentos – que percorrem a cidade, há cinco clínicas veterinárias credenciadas para os atendimentos.

Para a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias, os números são prova de que, além da política pública consistente, há um grande engajamento da população, com destaque para os protetores e ONGs ligados à proteção animal. “Dessa forma, conseguimos aumentar o combate de forma efetiva o abandono e os maus-tratos contra os animais”, acredita.

Vacinação e atendimentos

Na semana passada, o prefeito Rafael Greca anunciou mais dois grandes programas voltados à causa animal em Curitiba. Serão vacinados, gratuitamente, cinco mil cães e gatos ao ano em áreas consideradas vulneráveis. Os mesmos locais terão, ainda, atendimento clínico veterinário com o apoio dos residentes de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Cadastros para castração continuam

As duas próximas regionais a receberem atendimento nos castramóveis são Tatuquara e Boqueirão, ainda em julho. O cadastramento é ininterrupto e pode ser feito por moradores e protetores de animais de toda a cidade a qualquer momento.

Confira o passo a passo da inscrição:

1 – Acesse o link Cadastre seu Animal no site da Rede de Proteção;

2 – Informe seu CPF para iniciar o cadastro;

3 – Preencha corretamente seus dados e os dos animais;

4 – Informe o programa social ou ONG do qual faz parte: Armazém da Família; Bolsa Família; ONG de Proteção Animal ou protetor independente (mediante cadastro de protetor independente);

5 – Clique em adicionar o animal e em seguida, vá até o fim da página, clique em Salvar e anote o protocolo gerado (cada animal inscrito terá um número de protocolo);

6 – Compareça à Rua da Cidadania da Regional onde deseja atendimento para validação do benefício, apresente RG, CPF, o número de protocolo gerado e o comprovante do benefício; exceto Protetores e ONGs;

7 – O agendamento do procedimento será feito pela Rede de Proteção Animal por contato telefônico.

Comments

comments